in

Gloria Perez faz desabafo comovente sobre o assassinato de Daniella Perez: ‘O tempo não apaga’

Daniella foi assassinada de forma brutal em 1992, com 22 anos de idade.

Divulgação / Uol

Gloria Perez fez um desabafo surpreendente durante uma entrevista para o jornal Folha de São Paulo. Segundo a escritora, há 30 anos tiraram a vida de sua filha e que o tempo não diminuiu a dor e a saudade. “O tempo não apaga nada”, disse Gloria.

Publicidade

O assassinato de Daniella aconteceu dia 28 de dezembro de 1992. A atriz possuía 22 anos de idade e foi morta a tesouradas, no Rio de Janeiro. Os autores do crime são Guilherme de Paduá e a ex-esposa Paula Thomaz. Na época dos fatos Daniella e Guilherme interpretavam um casal na novela De Corpo e Alma, exibida pela Rede Globo, que era escrita pela mãe da atriz.

Na última quinta-feira (21), a HBO lançou um documentário que conta com riquezas de detalhes como o crime ocorreu. Além disso, traz narrações de várias pessoas que eram próximas da vítima, inclusive, a mãe de Daniella.

Publicidade

Durante a entrevista, a escritora relatou que a equipe foi especial ao fazer uma proposta onde conta toda a verdade sobre o crime. Segundo ela, a série relata exatamente o que se encontra nos autos do processo. “Eles [profissionais da equipe] realmente foram muito atenciosos e fizeram uma proposta que foi o que eu sempre quis”, disse Gloria.

Publicidade

Os autores do crime não foram convidados a participar da série. Gloria afirma que não faz sentido ouvi-los mais. A presença deles não tem significado, tendo em vista que eles foram os assassinos e contar os fatos através da fala deles seria loucura.

Publicidade

Gloria Perez nunca desistiu de ser escritora, mesmo sofrendo a perda da filha todos os dias de sua vida. Ao final, relatou que passou a vida toda tentando fazer Justiça em nome da filha.

Publicidade