in

Esposa de Stênio Garcia quer deixar o país após ser acusada de agredir o marido: ‘inferno em nossas vidas’

A mulher do ator relatou que tem sido alvo de ataques e que chegou a ser chamada de torturadora e criminosa nas ruas.

Reprodução/Instagram/RedeTV!

A esposa do ator Stênio Garcia tem enfrentado momentos difíceis após tapar a boca do artista durante uma entrevista. Marilene Saade revelou para o portal Notícias da TV que tem sido alvo de ataques virtuais e que não tem saído de casa com medo da repressão das pessoas. Após a repercussão do caso, a advogada chegou a ter um pico de pressão alta devido ao estresse que tem passado nesses últimos dias.

Publicidade

Saade relatou durante a entrevista para o portal que está com receio de alguém invadir sua casa durante a noite. Temendo o pior, a esposa do ator chegou a pensar em deixar o país para se livrar das perseguições. “Estão infernizando nossas vidas, podem destruir a imagem que você leva”, desabafou a famosa.

A advogada ainda revelou que está enfrentando um período muito delicado e que está fragilizada com a onda de ofensas que vem sofrendo. Marilene disse que o ator está muito preocupado com sua saúde mental e que chegou a proibir de ficar lendo as mensagens de ódio que tem recebido nas redes sociais. No entanto, a artista revelou que não está conseguindo seguir adiante por medo de ser atacada nas ruas. “Será que isso passa? Será que não vão ter sempre os odiadores que podem fazer uma agressão?”, relatou a esposa de Stênio Garcia.

Publicidade

Ainda na entrevista, ela afirmou que a situação piorou após a apresentadora Sonia Abrão exibir o vídeo da entrevista em seu programa e tecer inúmeras críticas contras ela. Além de mostrar a filmagem, a comunicadora chamou o jornalista Marcos Bulques – que estava entrevistando Stênio Garcia quando aconteceu o fato- para dar sua versão da história.

Publicidade

Após o vídeo viralizar na web, Marilene relatou que a apresentadora mandou o repórter ligar para ela para conversar, mas já era tarde demais. A esposa do ator relatou que começou a ser chamada de torturadora, criminosa, entre outras acusações graves. Apesar de tentar reverter a situação nas redes sociais, Saade relatou que o dano já está feito e que não consegue provar o contrário aos internautas. “Quanto mais eu provo, pior fica”, disse a mulher.

Publicidade

Por fim, Marilene disse que agiu por impulso, na tentativa de proteger seu grande amor da Covid-19. Ela revelou que desde o início da pandemia tem feito de tudo para proteger Stênio do vírus, já que ele tem 90 anos e faz parte do grupo de risco.

Publicidade