in

Pantanal: Muda enche Tibério de desgosto após casamento e peão faz as malas para cair no mundo

Presa em seus próprios traumas, a amiga de Juma não se entregará ao marido.

Reprodução Gshow

Os telespectadores que acompanham a novela Pantanal já viram o quanto Tibério (Guito) lutou para conquistar o amor de Muda (Bella Campos). Pela amiga de Juma (Alanis Guillen), o peão violeiro chegou a levar até uma facada de Levi (Leandro Lima). Na ocasião, o já falecido malfeitor tentou abusar da moça, mas Tibério apareceu e, em uma luta corporal, acabou levando a pior, chegando a correr sério risco de morrer.

Publicidade

Apesar de ter conquistado Muda, Tibério continuará sofrendo por conta da moça, mesmo após a troca de alianças. É que a amiga de Juma se fechará em um casulo e não consumará o casamento com o violeiro.

Todos os traumas do passado da personagem voltarão com tudo após ela dizer sim no altar, e isso impedirá que Muda se entregue por completo ao recém marido. Tibério ficará tão decepcionado, por não conseguir levar sua própria mulher para a cama, que pensará seriamente em anular o casamento e deixar Muda para trás.

Publicidade

A paranaense nunca conseguiu esquecer a morte de seu pai, assassinado pelo pai de Juma bem na sua frente. Esse passado de traumas foi justamente responsável por levar a personagem para a região do Pantanal. A sede de vingança de Muda a fez arquitetar a morte de Maria Marruá (Juliana Paes) e ela ainda pensa em tirar a vida de Tenório (Murilo Benício), que foi o grande responsável pela tragédia em sua família.

Publicidade

Boa parte das histórias que a moça viveu durante todos esses anos, Tibério só ficará sabendo após o casamento. Cansado e desgostoso, o violeiro chegará a arrumar suas malas para cair no mundo, mas antes dele pedir o anel de sua mãe de volta, tudo mudará. Muda finalmente se entregará ao peão.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com