in

Em Pantanal, Tibério fica em choque com pedido sombrio de Muda, mas se nega a cumprir: ‘não sujo minhas mãos’

A jovem fará uma exigência para se casar com o peão; Tibério ficará pensativo, mas se negará a cumprir o pedido macabro da amada.

Foto: Reprodução/ TV Globo

Em Pantanal, Muda voltará a pensar em vingança e chocará Tibério. A jovem enlouquecerá nas vésperas de seu casamento e mostrará sua outra face. A amiga de Juma exigirá que o peão mate Tenório e dirá que só se casa se sua vontade for concretizada. O braço direito de José Leôncio ficará em choque com a exigência da amada e chegará a pensar na condição imposta por ela. Contudo, ele negará o pedido de Muda e dirá que não vai tirar a vida de ninguém. “Não sujo minhas mãos de sangue”, dirá o peão.

Publicidade

Tibério ficará pensativo com o pedido de Muda, mas acabará tendo uma crise de consciência. O peão ficará muito confuso e chegará a dispensar um tereré com seus amigos por causa das palavras sombrias da jovem. O peão ficará tão irritado que chegará a destratar o filho primogênito de José Leôncio. “Que foi, Tibério? Nunca te vi nessa tristeza”, dirá José Lucas. Tibério, por sua vez, responderá o ex-caminhoneiro com grosseria. “Sinal que devia me dexáquéto no meu canto”, disparará o violeiro.

O clima ficará tão pesado que até o pegação de Irma e Trindade será atrapalhada. A tia de Jove passará ao lado de José Lucas tentando mantendo a discrição, mas não conseguirá tirar a preocupação do rapaz em relação à situação de seu amigo. O peão ficará tão apreensivo com a tristeza de Tibério, que chegará a recorrer ao príncipe das trevas. Ele contará que o noivo de Muda está estranho, mas não obterá ajuda do cramulhão.

Publicidade

Desolado, Tibério andará pelo bioma sem rumo, na esperança de receber uma resposta do divino. Ele pensará muito no pedido feito por Muda e chegará a uma conclusão. Ele perceberá que a jovem está colocando uma vingança acima do amor que eles sentem um pelo outro e perceberá que não pode se envolver na história.

Publicidade

Na ocasião, Tibério ficará pensativo, mas perceberá que não pode matar Tenório. Conversando sozinho, ele dirá que não é jagunço e que se Muda não quiser casar com ele por causa de sua decisão, é porque não era amor de verdade. “Eu num posso fazê uma coisa dessas. Num sô jagunço….”, desabafará o peão.

Publicidade
Publicidade