in

No Fantástico, Anitta fala sobre diagnóstico de endometriose e relata sofrimento:‘tomei três remédios pra dor’

A cantora falou sobre o sofrimento provocado pela doença e que vai precisar passar por cirurgia.

Instagram - Getty Images / Montagem: Correio24horas

No Fantástico, a cantora Anitta falou sobre a descoberta de uma doença. A famosa revelou que foi diagnosticada com endometriose e relatou a dor intensa, provocada pelo problema, abrindo o coração com o repórter Felipe Santana. “Para eu estar conseguindo falar com você, eu tomei três remédios pra dor”, desabafou a artista.

Publicidade

Anitta usou o seu perfil nas redes sociais para falar sobre o diagnóstico recebido. A famosa revelou que vai ser necessário passar por um procedimento cirúrgico. De acordo com a informação da cantora, ela vai precisar ficar sem se esforçar durante um mês. Por causa disso, foi necessário fazer o cancelamento de vários compromissos.

A funkeira explicou ser isso ou ficar com dor, revelando sofrer com o problema há nove anos. Para quem não sabe, a endometriose é uma enfermidade extremamente incapacitante. A condição causa cólicas menstruais severas, dor abdominal fora do ciclo menstrual, dor na relação intima e sintomas urinários e intestinais. Além disso, a enfermidade pode provocar a infertilidade da mulher.

Publicidade

Endometriose

Recentemente, Anitta revelou que foi diagnosticada com endometriose. A condição ginecológica acomete uma em cada dez mulheres no país, de acordo com informação do Ministério da Saúde. Vale frisar que a endometriose é uma das causas principais de infertilidade feminina. Conforme informação do especialista, o médico ginecologista Tomyo Arazawa, 40% dos casos de infertilidade estão ligados à condição.

Publicidade

O que é a endometriose?

É uma enfermidade inflamatória crônica, que atinge 10% a 15% das mulheres que estão em idade reprodutiva. Ocorre quando o tecido da camada interna do útero acaba saindo na menstruação, começando a crescer fora dele. Contudo, é importante frisar que, com os tratamentos disponíveis atualmente, é possível que uma mulher que sofra com a condição consiga engravidar de forma espontânea.

Publicidade
Publicidade