in

Cid Moreira descarta reconciliação com os filhos e fala da ação judicial: ‘Isso foi uma vergonha para mim’

O jornalista de 94 anos disse preferir viver da forma que está, ressaltando que o processo movido pelos filhos foi uma vergonha para ele.

REPRODUÇÃO

Aos 94 anos, Cid Moreira, contou não pensar na hipótese de uma reconciliação com os filhos após uma disputa judicial envolvendo a família. “Eu prefiro ficar como estou”, afirmou o jornalista, destacando tudo que já aconteceu após a abertura do processo na Justiça. As declarações foram feitas por ele em entrevista à revista Caras.

Publicidade

Vale lembrar que em 2021 os filhos do jornalista, Rodrigo e Roger Moreira, deram início a uma ação judicial contra o pai e a esposa, a jornalista Fátima Sampaio, no intuito de interditar o jornalista afirmando que a companheira dele só estava querendo os bens de Cid Moreira.

“Isso foi uma vergonha para mim, mas eu tinha que passar por isso e aceitei, pacientemente. Mas já foi resolvido e ganhamos essa questão”, destacou o jornalista. Mesmo assim, contou que tudo já foi resolvido, ressaltando que ele e a esposa ganharam esta questão.

Publicidade

Cid Moreira diz acreditar que os semelhantes se atraem, contudo, os contrários se repelem. Diante disso, o jornalista enfatizou trabalhar até os dias atuais para ter o direito de viver da maneira, onde e com quem ele deseja viver.

Publicidade

Além da acusação feita pelos filhos de Cid, a jornalista Fátima Sampaio também chegou a ser denunciada à polícia por supostos maus-tratos, no entanto, o caso acabou sendo arquivado pelo Ministério Público.

Publicidade

Ao comentar sobre o caso, Fátima confessa sempre ter achado que os filhos do marido fariam essas coisas com ela quando o jornalista não estivesse mais aqui, contudo, eles não tiveram essa paciência. “Querendo uma coisa de uma pessoa viva”, enfatizou a jornalista, ressaltando ter ficado muito chateada com a situação criada por Rodrigo e Roger.

Publicidade