in

Léo Lins pode ser preso por debochar de criança com hidrocefalia

Humorista fez brincadeira de mau gosto sobre doença que afeta a vida de muitas pessoas.

Reprodução SBT

Leo Lins, humorista ex-funcionário do SBT, foi demitido após ter debochado de crianças com hidrocefalia, doença grave que afeta profundamente a vida de pessoas que nascem com a deficiência. Aos 39 anos, o artista foi pego fazendo uma piada com crianças com hidrocefalia, no Ceará. A atitude chamou a atenção e pode ser considerada um crime de descriminação de pessoa em razão de sua deficiência.

Publicidade

De acordo com o Estatuto da Pessoa com Deficiência, lei 13.146/2015, no artigo 88, essa atitude pode ser considerada crime. Caso o humorista seja indiciado e processado pela atitude que tomou no evento, o juiz pode determinar prisão de um a três anos de reclusão, além de uma multa.

O caso aconteceu no último fim de semana, quando viralizou um vídeo de Leo Lins debochando de uma criança com hidrocefalia. Nas imagens, é possível ouvir ele falando sobre o programa Teleton, que busca arrecadar dinheiro para ajudar pessoas menores de idade, que vivem com diversas questões de saúde. Além disso, ele sugeriu que a família, por ser do Ceará, não teria acesso à água.

Publicidade

“O lado bom é que o único lugar na cidade onde tem água é a cabeça dele. A família nem mandou tirar, instalou um poço. Agora o pai puxa a água do filho e estão todos felizes”, falou Leo Lins diretamente ao público.

Publicidade

De acordo com o site do médico Drauzio Varella, a hidrocefalia é um acúmulo de líquidos na região da cabeça. O excesso de líquidos faz com que os ventrículos do cérebro se dilatem, causando a aparência aumentada da região.

Publicidade

A doença é mais comum em crianças e idosos. O tratamento da hidrocefalia pode ser realizado em forma de medicamentos ou cirurgia, visando melhorar a qualidade de vida do paciente.

Publicidade

Escrito por Tadeu Goulart

Assuntos chocantes, novidades da televisão, famosos e política: tudo você encontra aqui.