in

Enfermeira que vazou informações sobre parto de Klara Castanho é demitida após tentar vender detalhes do caso

André Romano revelou nas redes sociais que a profissional foi demitida após expor informações confidenciais sobre o caso da atriz.

KLARA CASTANHO/INSTAGRAM

Após a atriz Klara Castanho revelar que foi vítima de abuso por meio de uma carta aberta nas redes sociais, internautas, famosos e jornalistas ficaram revoltados com a exposição de um caso tão sensível na web. No relato, a artista deixou claro que não queria vir à público falar sobre o ocorrido, mas foi a única maneira de acabar com as especulações e as mentiras vinculadas com seu nome.

Publicidade

De acordo com informações do portal Notícias da TV, o marido da enfermeira que a atriz mencionou em seu desabafo – que a ameaçou de entregar a informação aos jornalistas- tentou vender detalhes exclusivos do parto de Klara.

Ainda segundo o site, uma fonte da reportagem explicou ao homem que jornalistas sérios não compram informações pessoais da vida dos famosos e só divulgam os fatos quando a celebridade confirma o ocorrido, como foi o caso da atriz. O homem tentou a todo custo ganhar às custas da história triste da artista dizendo que a “esposa era enfermeira de um hospital e que tinha uma bomba da Klara Castanho. Queria dinheiro”.

Publicidade

Na ocasião, o marido da enfermeira teria ficado furioso por não ter conseguido vender a informação. Outro veículo de notícias afirmou que homem chegou a procurá-los para tentar repassar o caso da atriz, mas eles recusaram e afirmaram que portais que trabalham com o jornalismo sério não “se prostituem” para conseguir descobrir alguma bomba sobre a vida pessoal de famosos.

Publicidade

Na manhã deste domingo (26), o jornalista André Romano revelou através de suas redes sociais que a enfermeira que espalhou o caso de Klara Castanho para a mídia acabou perdendo o emprego.

Publicidade

O jornalista afirmou que ela foi demitida por justa causa na manhã deste domingo (26). Ele ainda manifestou sua opinião e afirmou que o que ela cometeu foi um crime e que deveria ser presa. “A enfermeira foi demitida por justa causa (agora cedo)… Eu acho é pouco… Tinha que ser presa…“, disse o jornalista no Twitter.

Publicidade