in

Klara Castanho expõe violência médica antes de dar à luz: ‘Me obrigou’

Atriz fez um longo texto explicando ao público sobre a situação que vem vivendo.

Instagram

Na noite do último sábado (25/06), um texto publicado no perfil oficial de Klara Castanho no Instagram surpreendeu os seguidores da atriz. A famosa revelou, pela primeira vez, que foi abusada sexualmente e que o ato gerou uma gravidez.

Publicidade

Klara contou que não entrou em contato com a polícia para denunciar o ocorrido e que passou a sofrer com a dor do abuso desde então, sentindo-se envergonhada. Meses depois, a atriz, que é conhecida por seus papéis na Globo, disse ter começado a se sentir mal.

Diante da situação, Klara resolveu procurar um médico. Na sala de tomografia, o exame foi interrompido depois que um feto foi detectado. A atriz ficou em choque ao saber que tinha gerado um bebê fruto de um abuso sexual.

Publicidade

Klara conta que durante uma consulta com um profissional de saúde explicou a ele que havia sido abusada e que ele não teve nenhuma empatia por ela. “Me obrigou a ouvir o coração da criança, disse que 50% do DNA eram meus e que eu seria obrigada a amá-lo. Essa foi mais uma da série de violências que aconteceram comigo“, desabafa.

Publicidade

Sem condições psicológicas de criar o bebê, Klara entrou em contato com uma advogada e afirmou seu desejo de entregar para adoção para que uma família pudesse amar a criança sem os traumas que ela está vivendo no momento.

Publicidade

Segundo Klara, o processo foi feito totalmente diante da lei, com os devidos documentos. Ela diz que está tentando seguir sua vida e que tem recebido o apoio de sua família nesse momento delicado. Na publicação, a atriz desativou os comentários.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.