in

Atriz Klara Castanho diz que engravidou após abuso e conta que entregou bebê à adoção

Atriz se manifestou publicamente, após os diversos rumores sobre o assunto neste sábado (25).

Klara Castanho/Instagram

A atriz Klara Castanho surpreendeu os seguidores de seu Instagram, na noite deste sábado (25), ao confirmar os rumores que circularam nas redes sociais. A famosa explicou que entregou uma criança, gerada em seu ventre, para adoção, sendo o bebê fruto de um abuso que sofreu.

Publicidade

A história ganhou repercussão após declarações feitas pelo jornalista Leo Dias, em participação no programa The Noite com Danilo Gentili, do SBT.

Klara Castanho diz que foi vítima de abuso

“Esse é o relato mais difícil da minha vida. Pensei que levaria essa dor e esse peso somente comigo. Sempre mantive a minha vida afetiva privada, assim, expô-la dessa maneira é algo que me apavora e remexe dores profundas e recente”, iniciou Klara Castanho, em seu desabafo.

Publicidade

Na sequência, a atriz lamentou pelo fato de sua vida pessoal ser exposta na imprensa, ainda que mantenha uma conduta de discrição no que toca à sua privacidade. Em meio aos diversos rumores infundados, contra a sua vontade, sentiu que devia tornar a história pública. Confira abaixo:

Publicidade

A atriz optou por não lavrar Boletim de Ocorrência sobre o crime que sofreu. Depois do abuso, tomou uma pílula do dia seguinte e acreditou que o trauma estaria encerrado. Todavia, começou a se sentir mal, após alguns meses, e tomou conhecimento da gravidez já na reta final.

Publicidade

Klara Castanho revelou que a descoberta da gravidez foi um grande choque, tendo em vista que o seu ciclo menstrual estava normal. Além disso, não ganhou nenhum volume na região da barriga. Psicologicamente, a famosa sofre com a situação, sobretudo em virtude do sentimento de culpa que confusamente carrega consigo, conforme narrou.

A atriz destaca que não cometeu crime e que fez o que acredita ter sido o melhor para a criança. “Eu ainda estava tentando juntar os cacos quando tive que lidar com a informação de ter um bebê. Um bebê fruto de uma violência que me destruiu como mulher. […] Entre o momento que eu soube da gravidez e o parto se passaram poucos dias. Era demais para processar, para aceitar e tomei a atitude que considero mais humana”, relatou.

Publicidade

Escrito por Henrique Furtado

Henrique Furtado é um redator com vasta experiência no jornalismo online. Solidificou sua carreira com coberturas marcantes sobre os principais acontecimentos no Brasil e no mundo ao longo da última década. Suas especialidades englobam desde os bastidores da política, versando por esportes, atualidades e, claro, tudo o que acontece no mundo dos famosos. Está sempre ligado para entregar, em primeira mão, as últimas novidades para os seus leitores, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

Contato: henriquefurtado.jornalista@gmail.com