in

Diagnosticada com esclerose múltipla, Bebel de A Grande Família desabafa: ‘Muito medo’

A atriz conversou com a revista Veja e contou ter começado a sentir sintomas da doença durante sua participação na Dança dos Famosos, em 2020.

Reprodução Quem/Yahoo Montagem Renato Silva

Guta Stresser, conhecida por dar vida a Bebel em A Grande Família, na Globo, foi diagnosticada com esclerose múltipla. Ela começou a perceber sintomas da doença em 2020, quando participou do Dança dos Famosos. Ao desabafar sobre o diagnóstico, a atriz enfatizou que não sabia ao certo o que era aquilo, contudo, tinha noção de que afetava seu cérebro. “Só isso me soou aterrorizante”, contou.

Publicidade

A eterna Bebel ressalta que trabalhar como atriz é literalmente colocar o corpo a serviço da profissão, por isso, é algo que necessita ter controle absoluto dos movimentos, expressões, gestos e emoções, para que assim, possa se construir um personagem. Além disso, Guta destaca ainda ser um ofício que necessita da capacidade de memorizar o texto e as marcações tanto da câmera, quanto do palco. Em conversa com a revista Veja, a atriz diz ter percebido com angústia e estranhamento quando algumas dessas habilidades começaram a falhar em seu dia a dia.

Stresser contou que tudo teve início durante a sua participação na Dança dos Famosos. Segundo ela, tudo parecia normal até que, durante os ensaios, ela passava a coreografia e, quando o ensaio chegava ao fim, já não se lembrava de mais nada. Na ocasião, a atriz não compreendia o motivo, já que sempre teve facilidade para este tipo de coisa. Mesmo com as dificuldades, Bebel avançou na competição de dança e, por isso, passou a não dar mais atenção para os lapsos que estava tendo.

Publicidade

Com o tempo, Stresser diz que o seu quadro foi se agravando e, inclusive, começou a se esquecer de palavras simples, como cadeira e copo. Ela passou a sentir dores musculares toda vez que ficava por algum tempo parada para assistir um filme, além de formigamentos frequentes nas mãos e pés, enxaquecas fortes e variações de humor.

Publicidade

A atriz chegou até a pensar que tais sintomas poderiam estar sendo causados pela Covid-19 ou sintomas relacionados à menopausa. Contudo, após levar um tombo na sala de casa, ela acabou ficando em alerta e, diante disso, decidiu procurar ajuda de um otorrinolaringologista, já que imaginava que seu problema poderia ser causado por questões de equilíbrio. Após realizar uma ressonância magnética, Stresser recebeu o diagnóstico de esclerose múltipla, algo que a fez perder o chão na mesma hora. “Tive muito medo”, confessou ela.

Publicidade
Publicidade