in

Cantora gospel é criticada após falas consideradas homofóbicas em entrevista: ‘Jesus não sonhou isso pra você’

Bruna Karla passou a ser criticada após a web reviver declarações supostamente homofóbicas em uma entrevista no fim do ano passado.

Reprodução/Youtube: Positivamente

Bruna Karla se tornou alvo de duras críticas nas redes sociais após internautas reviverem uma entrevista da cantora gospel ao Positivamente Podcast de Karina Bacchi. No bate-papo, publicado em dezembro de 2021, Bruna Karla deu algumas declarações consideradas homofóbicas ao comentar sobre o convite para o casamento de um amigo que ela teria recebido.

Publicidade

A cantora respondeu ao convite destacando que quando o amigo fosse se casar “com uma mulher linda e cheia de poder de Deus”, ela iria à cerimônia. Bruna Karla diz que ele rebateu dizendo que não era aquilo que ele estava perguntando e, diante disso, ela destacou que o dia que ela aceitar cantar no casamento dele com outro homem, ela pode parar de cantar sobre a Bíblia e sobre Jesus.

Bruna diz que, quando Jesus voltar, seu amigo verá que ela tinha razão quando dizia que ele estava escolhendo o caminho da morte eterna.

Publicidade

Para os cristãos que têm base de fé fundamentada na Bíblia, o amor de Jesus é condicional, ou seja, Deus deu o livre arbítrio a todos, mas a condição para a salvação eterna é crer, aceitar e permanecer nEle como testifica Hebreus 12:14: “Sem santificação ninguém verá a Deus”.

Publicidade

Mesmo após as declarações consideradas homofóbicas, Bruna Karla disse que respeitava a comunidade LGBTQIA+. A cantora se pronunciou aos amigos e ouvintes homossexuais, dizendo que o que Deus tem para a vida deles é libertação. “Porque Jesus não sonhou isso pra você”, disparou.

Publicidade

Bruna Karla teria pedido desculpas ao amigo, diz colunista

Após a repercussão da fala polêmica de Bruna Karla, segundo uma matéria da jornalista Fábia Oliveira, a cantora gospel tentou se justificar com o amigo citado por ela na entrevista. Segundo a jornalista, ela teve acesso a áudios enviados por Bruna para o youtuber Bruno Di Simone, que vive um relacionamento com o ex-pastor Felipe Heiderich.

De acordo com Fábia Oliveira, no áudio, Bruna Karla disse ao amigo que estava lhe mandando aquela mensagem pelo fato de já ter concedido a entrevista há algum tempo. “Nem foi agora”, teria enfatizado a cantora que explicou não ser homofóbica por amar muito amigo e sempre estar em momentos com ele e que apenas segue os preceitos de Deus sobre não concordar com a escolha.

“Eu falei com muito amor, respeitando a decisão, mas não posso concordar com a decisão. Isso está fora das minhas possibilidades, porque eu acredito na palavra. E eu preciso viver o que o Evangelho da palavra de Deus diz pra mim: renúncia, sacrifício, viver não mais a nossa vontade, mas a vontade de cristo”, disse a cantora cristã.

Publicidade