in

Gretchen – A Vida é um Rebolado, filme sobre a vida da cantora, é cancelado

A produção não conseguiu captar os recursos necessários para a sua realização, que teria Antônia Fontenelle como diretora.

Reprodução / Record

Com o título provisório de Gretchen – A vida é um rebolado, o filme sobre a vida da cantora e dançarina teve o seu cancelamento definitivo decretado pela Agência Nacional de Cinema – Ancine.

Publicidade

O prazo para a captação de recursos para a realização desta cinebiografia expirou em 31 de dezembro de 2019 sem que um centavo sequer fosse arrecadado.

Segundo Fábia Oliveira, colunista do EM OFF, o objetivo da produção do longa era conseguir a quantia de 4,7 milhões de reais e sem poder contar com os recursos gerados por esse incentivo, a sua produção tornou-se totalmente inviável, o que acabou cancelando o projeto.

Publicidade

O lançamento de Gretchen – A vida é um rebolado, que seria realizado em grande estilo, estava previsto para 2020 como foi amplamente noticiado, o que jamais aconteceu.

Publicidade

De acordo com a sinopse, a cinebiografia abordaria fatos que marcaram a vida da cantora como as constantes agressões que sofria por parte do pai, a sua passagem pelo universo dos filmes adultos ao lado de um dos seus ex-maridos e também os relacionamentos abusivos ocorridos em seus muitos casamentos.

Publicidade

A direção teria a assinatura de Antônia Fontenelle, a viúva do ator e diretor Marcos Paulo, que comanda o polêmico programa Na Lata, que é exibido através da internet e também pelas redes sociais.

O elenco já estava escolhido. Gretchen seria vivida por Mel Lisboa, Nívea Maria interpretaria sua mãe, Henri Castelli seria seu ex marido, o policial Silva Neto, pai de Thammy Miranda. Já Tonico Pereira ficou com o papel de um pastor que comandou sessões de exorcismo na família da cantora após Thammy assumir a sua homossexualidade.

Até o momento, a assessoria de imprensa de Gretchen prefere não fazer qualquer tipo de comentário sobre o assunto.

Publicidade