in

Show de Simone e Simaria está na mira do MP que investigará se houve irregularidade na contratação

O show da dupla sertaneja será investigado pelo Ministério Público que vai instaurar procedimento esta semana.

Divulgação / Instagram

A dupla sertaneja Simone e Simaria é alvo de investigação pelo Ministério Publico em razão de um show, que está previsto para acontecer no dia 15 de julho, na festa da Gila e do Queijo, em Bom Jesus, na Serra.

Publicidade

O valor do show custa em média de R$ 380 mil, e os ingressos variam entre R$ 40 a R$ 250. Segundo a assessoria do Ministério Público, o promotor responsável pelo caso é o Dr. Raynner Sales de Meira e o processo será instaurado para apurar a validade da contratação. O órgão ministerial não deu parecer e optou por sigilo para não atrapalhar as investigações.

O município possui cerca de 11,5 mil habitantes e o valor pago pelo evento é mais ou menos o que é investido na educação, no ensino fundamental, R$ 409 mil. A prefeitura municipal publicou uma nota e relatou que o dinheiro gasto no evento não será retirado da educação e nem de nenhum outro setor do município, pois será cobrado ingresso na entrada do evento com a finalidade do dinheiro das vendas custear o valor total da festa, assim, não será necessário tirar recurso do município.

Publicidade

Afirma ainda, que o evento previsto para acontecer na cidade atingiu um nível elevado, tendo em vista os grandes sucessos já tocados nos anos anteriores como, Chitãozinho e Xororó, Michel Teló, Munhoz e Mariano, Marcos e Belutti, Milionário e José Rico, dentre outros.

Publicidade

As coleguinhas ainda não publicaram nenhum parecer sobre o assunto. Vários showa de cantores sertanejos como, Gusttavo Lima e Zé Neto e Cristiano estão sendo investigados pelos mesmos motivos das irmãs.

Publicidade

Publicidade