in

Pantanal: Tenório tenta apagar o passado comprando Alcides com terra e riqueza, mas caveira do vilão é feita

O passado do fazendeiro será exposto em breve na novela da TV Globo.

Foto: Reprodução/ TV Globo

Os telespectadores que acompanham a novela Pantanal já viram que tanto Alcides (Juliano Cazarré) quanto Muda (Bella Campos) guardam consigo um desejo de se vingar de Tenório (Murilo Benício), que foi o responsável por deixar um verdadeiro rastro de sangue na família de ambos, como também na família de Juma (Alanis Guillen).

Publicidade

Tenório, no entanto, descobrirá toda a verdade sobre Alcides antes do peão realizar sua vingança contra o patrão. O vilão confessará para o peão que sabe que ele morava na cidade de Sarandi, no Paraná, e que teve sua vida destroçada por conta dos negócios que seu pai fez com ele.

No passado, Tenório construiu sua riqueza vendendo terras que já tinham donos para pessoas humildes. Esse esquema deixou um verdadeiro rastro de sangue, pois as famílias de Juma, de Muda e de Alcides brigaram entre si. Nesses duelos pela terra morreram o pai de Alcides, o irmão e o pai de Juma. Este último, antes de morrer matou o pai de Muda, que foi até o Pantanal para se vingar da família Marruá.

Publicidade

Para tentar acabar com a sede de vingança de Alcides, Tenório vai oferecer para o peão algumas terras na região, como forma de recompensar o funcionário pela perda de seu pai. O fazendeiro também oferecerá dinheiro para que Alcides acabe com a vida de Levi (Leandro Lima).

Publicidade

Alcides, no entanto, não terá coragem de matar Levi, e acabará tomando um tiro do peão que veio da fazenda de Zé Leôncio (Marcos Palmeira). Por sorte, ele escapará com vida e irá fazer a caveira de Tenório para Guta (Julia Dalavia), filha do fazendeiro. Guta ficará sabendo de todo o passado tenebroso do pai pela boca de Alcides.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com