in

Felipe Neto ironiza lágrimas e tristeza de Gusttavo Lima: ‘atacado por se beneficiar de dinheiro público’

O youtuber emitiu as suas opiniões pessoais a respeito das polêmicas nas quais Gusttavo Lima se envolveu nos últimos dias.

Montagem: Henrique Furtado (Felipe Neto/Instagram | Gusttavo Lima/Instagram Reprodução)

Felipe Neto ironizou o vídeo publicado por Gusttavo Lima nas redes sociais, no qual, chorando, insinuou que pudesse desistir em virtude da alegada perseguição sofrida nas últimas semanas. O cantor sertanejo teve diversos shows cancelados após a exposição dos valores embolsados a título de cachê, vindos, sobretudo, de pequenos municípios espalhados pelo território brasileiro.

Publicidade

Felipe Neto ironiza declarações de Gusttavo Lima

Na tarde desta terça-feira (31), o youtuber ironizou a situação. Pelos Stories do Instagram, Felipe Neto disse que ele e outros artistas, assim como Gusttavo Lima, sofrem constantes represálias. Entretanto, jamais especularam que pudessem desistir de suas respectivas carreiras por tais razões.

“Sabe o que eu acho engraçado? Estou há quatro anos sendo massacrado pela opinião pública, Anitta, Porchat, outros artistas. Fui acusado de pedofilia, corrupção de menores, polícia veio na minha casa a mando da família Bolsanaro”, iniciou o influenciador digital.

Publicidade

Na sequência, especulou que Gusttavo Lima esteja se aproveitando de verbas oriundas do orçamento público. “Aí, um cantor sertanejo passa uma semana sendo atacado por se beneficiar de dinheiro público para fazer shows e já faz live chorando falando que vai desistir”, continuou.

Publicidade

Em outra publicação, também pelos Stories, o youtuber afirmou que os artistas bolsonaristas, sem citar nomes, não aguentariam a mesma pressão que outras celebridades suportam diariamente, a exemplo de Anitta, Porchat e Luisa Sonza.

Publicidade

Gusttavo Lima nega ser beneficiário de verbas públicas

Em live nas redes sociais, o cantor sertanejo negou que seja beneficiário de verbas públicas. O artista recordou a sua longa jornada anual de shows, com cerca de 300 eventos, demandando uma grande equipe de profissionais nos bastidores. Além disso, ressaltou que diversos artistas realizam shows contratados por prefeituras, inexistindo qualquer irregularidade em tal trabalho.

Publicidade

Escrito por Henrique Furtado

Henrique Furtado é um redator com vasta experiência no jornalismo online. Solidificou sua carreira com coberturas marcantes sobre os principais acontecimentos no Brasil e no mundo ao longo da última década. Suas especialidades englobam desde os bastidores da política, versando por esportes, atualidades e, claro, tudo o que acontece no mundo dos famosos. Está sempre ligado para entregar, em primeira mão, as últimas novidades para os seus leitores, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

Contato: henriquefurtado.jornalista@gmail.com