in

Delegado diz que bandidos que furtaram apartamento de Carlinhos Maia tinham ‘informação privilegiada’

Investigadores apontam falhas de segurança no imóvel. Algumas testemunhas já foram ouvidas.

Instagram Carlinhos Maia

Os delegados responsáveis pela investigação do furto no apartamento de Carlinhos Maia e Lucas Guimarães, na cidade de Maceió, falaram durante uma entrevista coletiva na tarde de ontem (30) que, pelo menos duas pessoas participaram do furto, e que possivelmente elas podem ter sido beneficiadas com alguma informação privilegiada.

Publicidade

O delegado Thales Araújo contou durante entrevista para o G1 que: “Existe uma linha de investigação de que haja algum tipo de informação privilegiada que tenha possibilitado o crime”. De acordo com ele, isso não quer dizer que seja alguém que tinha o costume de conviver com o casal, mas sim, que conhecesse toda a rotina de ambos.

O crime que está repercutindo em todo país aconteceu na noite do último dia 28. Conforme as estimativas feitas pelo casal de influenciadores, que no momento estão fora de Maceió, os bandidos levaram um valor avaliado em cinco milhões de reais, entre joias, relógios e outros pertences de valor significativo. Carlinhos se encontra em Aracaju, onde fez um procedimento de lipoaspiração, e Lucas em Cancún, viajando a trabalho.

Publicidade

A Polícia Civil teve acesso às imagens das câmeras de segurança do local, que mostram duas pessoas no prédio, ambas com os rostos cobertos. As suspeitas apontam que uma delas seja um homem jovem e a outra uma mulher, nenhum deles foi identificado ainda. Segundo os investigadores, existem algumas falhas na segurança do imóvel que contribuíram para a ação dos criminosos.

Publicidade

O órgão já começou a ouvir algumas testemunhas. Por meio do Instagram, Lucas comentou sobre o crime e pediu a ajuda de todos para que os criminosos sejam identificados logo.

Publicidade
Publicidade