in

Tatuagem íntima de Anitta volta à tona e tatuador dá detalhes sobre o que desenhou no ‘tororó’ da cantora

A tatto polêmica voltou a virar assunto, após as indiretas do sertanejo Zé Neto.

INSTAGRAM - Foto: Ana Branco

A tatuagem íntima feita pela cantora Anitta rende polêmicas desde o início do ano passado, quando um vídeo postado por ela, na plataforma OnlyFans, acabou vazando e viralizando em aplicativos de mensagens. O OnlyFans é um site por assinatura, em que o usuário paga para ter conteúdo exclusivo e, muitas vezes, sensual.

Publicidade

Quem colocou o assunto de novo na boca do povo foi o cantor sertanejo Zé Neto, da dupla com Cristiano. Em um show no estado do Mato Grosso, o artista criticou a lei Rouanet e lençou o que foi considerado como crítica à Anitta, dizendo que não precisava fazer “tatuagem no toba” para aparecer.

O cantor, no entanto, não imaginava que essa frase causaria uma crise tão grande com outros artistas sertanejos. Após o ataque de Zé Neto, cachês milionários, que foram pagos para cantores sertanejos, utilizando verba municipal, passaram a ser investigados. Na última semana o termo “CPI no sertanejo” ficou em alta nas redes sociais, e Anitta aproveitou para dar uma alfinetada: “E eu achando que tava só fazendo uma tatuagem no tororó“, escreveu a cantora.

Publicidade

Diante de toda a polêmica, o dono da arte foi procurado pela reportagem do jornal O Globo, que identificou Lucas Maffei como o tatuador responsável pela famosa tatoo no ‘tororó’.

Publicidade

Lucas Maffei contou que a intenção era tatuar apenas outra região íntima, mas a cantora acabou se animando e pediu uma tatto no ânus. Questionado, o rapaz revelou o que eternizou no “tororó” da artista: “Achei bem inusitado. Escrevi a palavra love (amor em inglês)“, contou o rapaz, que afirmou não ter tocado no assunto antes, para preservar a intimidade da cantora.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com