in

Dois anos após falecimento do pai, filhas gêmeas de Gugu conseguem vitória na Justiça

Meninas são fruto do relacionamento do comunicador com Rose Miriam Di Matteo.

Contigo

A Justiça tomou uma decisão acerca das filhas do apresentador Augusto Liberato, o querido Gugu, que faleceu no dia 21 de novembro de 2019 depois de sofrer um grave acidente doméstico nos Estados Unidos.

Publicidade

A decisão da Justiça é que as gêmeas Marina e Sofia Liberato, de 18 anos, frutos do casamento de Gugu com Rose Miriam, deverão cada uma receber a quantia de 10 mil dólares mensais durante os próximos 12 meses.

A quantia liberada pela Justiça é referente às despesas básicas das filhas de Gugu, como o pagamento plano de saúde e de seus estudos – as garotas estão aplicando para algumas universidades nos Estados Unidos, onde vivem.

Publicidade

A herança deixada pelo pai de Marina e Sofia está avaliada em aproximadamente de R$ 1 bilhão. As herdeiras e seu irmão mais velho, João Augusto, também fruto do casamento de Gugu com Rose Miriam, são donos da maior parte do que foi deixado pelo apresentador.

Publicidade

Depois da morte de Liberato, os filhos chegaram a ter desavenças entre si por conta da herança. Contudo, recentemente Marina abriu o jogo sobre o assunto contou que fizeram as pazes. Rose Miriam, por outro lado, também criou treta com Aparecida Liberato, irmã de Gugu, na briga pela fortuna do marido.

Publicidade

Pouco depois da morte de Gugu, que era um dos maiores nomes da televisão brasileira, muitas polêmicas começaram a torno do apresentador. Uma delas foi com respeito ao fato de Liberato não ter deixado da fortuna para Rose Miriam, com quem viveu por quase duas décadas.

Outra polêmica que surgiu foi com respeito a um suposto namorado secreto do comunicador, que se apresentou pouco depois do falecimento.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.