in

Atriz que fez Bebel expõe verdadeira face do ator de Agostinho: ‘Para trabalhar com ele, só ganhando o dobro’

A atriz detalhou a briga que teve com o ator com quem vivia par romântico em A Grande Família.

Reprodução redes sociais

Um bastidor da série A Grande Família voltou com tudo nessa terça-feira (24/05) após Guta Stresser, intérprete de Bebel no seriado, falar sobre a briga que teve com Pedro Cardoso, que dava vida ao Agostinho Carrara. Em entrevista ao programa “Sensacional”  da RedeTV!, Guta contou que os dois seguem brigados e que até hoje espera um pedido de desculpas por parte do ator.

Publicidade

Segundo ela, a briga teve início no ano de 2012, durante a gravação de um episódio do seriado, que foi extinto dois anos mais tarde. Guta disse na entrevista que estava irritada no dia e que não queria repetir uma cena, pois estava com frio por conta da chuva. Ela teria pedido para a diretora para não repetir a cena e Pedro Cardoso entrou na discussão: ‘Não se mete, estou falando com ela‘, disse ela para o ator que ficou muito nervoso e disparou insultos para todo mundo ouvir:“Você não é nada, só existe porque eu existo“.

Guta contou que após o barraco o clima entre eles só piorou, e que nos ensaios da série, um já não olhava mais nos olhos do outro.

Publicidade

A solução encontrada pela produção do seriado foi uma separação entre os personagens Bebel e Agostinho e os dois passaram a trabalhar mais longe.

Publicidade

Ela disse que não guardou mágoa de Pedro Cardoso, mas afirmou que só voltaria a trabalhar com o ator se fosse para receber um bom cachê: “Hoje em dia para trabalhar com ele, só ganhando o dobro“, disse ela, voltando a expor motivos: “Me acusou de coisas que eu considero inverdades, injustas“.

Publicidade

A Grande Família ficou no ar na TV Globo entre os anos de 2001 e 2014, sendo um dos grandes sucessos da emissora.

Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com