in

Pantanal: além de Madeleine e Maria Marruá, outros personagens devem deixar a trama de forma trágica

Caso Bruno Liperi mantenha os caminhos do avô, mais personagens de despedirão de Pantanal.

REDE GLOBO | DIVULGAÇÃO

Há pouco menos de 2 meses no ar, o remake de Pantanal já conquistou aos telespectadores. Desde o início, alguns personagens de destaque já se despediram da trama, como Maria Marruá, Gil, e, recentemente, Madeleine. Até o momento, Bruno Luperi vem seguindo os caminhos do avô Benedito Ruy Barbosa, autor original de Pantanal.

Publicidade

Caso Luperi siga à risca a obra do avô, alguns personagens ainda devem deixar a novela de forma trágica. Na primeira versão da novela, Levi foi morto após levar um tiro de Tibério e cair no rio, sendo devorado por piranhas. Na versão atual, o peão já mostra traços de comportamento questionáveis.

Outro personagem que teve o mesmo fim que Levi na primeira versão de Pantanal foi Tenório. À época, o fazendeiro castrou Alcides após descobrir o envolvimento do peão com a esposa Maria Bruaca. Buscando vingança, o funcionário pediu a ajuda de Zaqueu para armar uma emboscada para o patrão à beira do rio.

Publicidade

Tenório também acabou sendo devorado por piranhas. Uma das mortes mais marcantes da primeira versão de Pantanal foi a do protagonista José Leôncio. O fazendeiro passou a vida em busca do pai, que sumiu pelas matas em busca de um boi Marruá. Porém, Joventino nunca esteve morto, e vagava pelas redondezas na pele do Velho do Rio.

Publicidade

Na versão original da trama, José Leôncio finalmente se casa com Filó, mas acaba sofrendo um infarto ao reencontrar o pai após tantos anos. O filho de Joventino acaba herdando a sina do pai e se torna o novo Velho do Rio. Bruno Luperi mantém a obra aberta, portanto, ainda não se sabe se ele seguirá todos os passos do avô ao decorrer da história.

Publicidade
Publicidade