in

Felipe Prior e outros torcedores do Corinthians são barrados pela polícia e ficam duas horas presos em ônibus

O ex-BBB viajou a argentina para assistir uma partida do Corinthians, mas só acompanhou metade da disputa.

REPRODUÇÃO/ INSTAGRAM

O ex-participante do BBB 20, Felipe Prior, foi barrado por policiais ao tentar assistir uma partida de futebol. Prior sempre deixou claro que é corinthiano, e como bom torcedor viajou a Buenos Aires para assistir na última terça-feira (17) a partida entre Corinthians e Boca Juniors, na disputa da Copa Libertadores. Mas passou perrengues para ver o timão em campo.

Publicidade

A partida ocorreu no estádio do Boca, popularmente conhecido como La Bombonera, devido ao seu formato retangular que remete uma caixa de bombons. O estádio não é um dos mais receptivos aos torcedores e visitantes, em especial os brasileiros. O jogo estava marcado para iniciar às 21h30 da noite, no entanto, Prior e outros torcedores foram barrados e não conseguiram entrar com antecedência no local.

Prior foi às redes sociais e contou que a polícia argentina prendeu alguns torcedores, incluindo ele, no ônibus por duas horas. A atitude dos militares, sem motivo aparente, fez com que muitos torcedores só entrassem no estádio durante o intervalo do segundo tempo. Havia crianças no entre os barrados.

Publicidade

Prior desabafou dizendo que no Brasil, os argentinos entram no estádio antes do jogo começar, e reclamou do fato de só ter conseguido entrar no estádio no meio da partida. O jogo terminou empatado em 1 a 1.

Publicidade

Outro desabafo do ex-BBB foi referente ao racismo que costuma ocorrer quando torcedores brasileiros visitam outros países. Prior questionou até quando haverá episódios como estes e classificou a situação como lamentável.

Publicidade

Publicidade