in

8 dicas de como elaborar um plano de negócio eficiente

Conheça 08 principais dicas para ficar por dentro de como fazer um plano de negocio eficiente em 2022!

Foto: Pixabay

Quem começa a empreender costuma se deparar com diversas atividades do dia a dia da empresa. No meio de tudo isso nem sempre sobra tempo para fazer um Plano de Negócio.

Publicidade

Entre as várias expressões utilizadas no meio empresarial, talvez essa seja uma das mais importantes para o sucesso de uma empresa. Esse planejamento é fundamental para garantir o bom funcionamento e manter o foco no objetivo principal de quem está empreendendo.

No entanto, nem todo mundo sabe o que ou como funciona o Plano de Negócios e, nem sempre, entende a sua importância.

Publicidade

Se você precisa de uma ajuda para fazer esse planejamento da sua empresa, continue lendo. Vamos explicar o passo a passo para estruturar todas as ideias e o crescimento do seu negócio.

Publicidade

O que é plano de negócio?

O plano de negócio é um documento que sintetiza todas as informações da sua empresa e estabelece quais serão as estratégias para atingir os objetivos.

Publicidade

O formato desse documento permite que você tenha em mãos todas as informações importantes sobre a sua empresa. Com isso é possível identificar as oportunidades de crescimento, os obstáculos e definir quais caminhos seguir.

Importância desse plano para empresas

Esse documento é o que vai determinar a viabilidade de um negócio. Seja no momento da concepção e abertura da empresa ou na hora de decidir por uma expansão, ou aquisição. Mesmo que você tenha uma micro ou pequena empresa, essa é uma ferramenta essencial.

Com todas as informações presentes no plano de negócios, que leva em consideração os objetivos da empresa e também as condições do mercado, é possível visualizar com mais precisão qual é a melhor estratégia a seguir.

Como fazer um plano de negócio eficiente?

Para explicar exatamente como estruturar esse planejamento para sua empresa, vamos abordar para que serve cada parte do plano de negócio.

Sumário Executivo

Embora seja a primeira parte do seu plano de negócio, o Sumário Executivo é a última a ser elaborada. Isso porque essa seção resume tudo que será abordado no documento. Essa parte pode conter informações como:

  • Descrição da empresa
  • Perfil dos empreendedores
  • Dados sobre o negócio nos últimos anos
  • Perfil e estrutura da equipe
  • Setor de atuação
  • Objetivo do negócio
  • Missão da empresa
  • Serviços e produtos oferecidos
  • Vantagens dos produtos ou serviços oferecidos
  • Perfil dos clientes em potencial

Análise de Mercado

A análise de mercado é a parte em que a empresa olha para a concorrência e o mercado como um todo. Isso é importante para entender como a sua empresa está posicionada e qual o potencial de crescimento do setor.

Para elaborar essa análise você pode fazer uma pesquisa com clientes e fornecedores. Analisar as ações dos seus concorrentes e identificar seus pontos fortes e fracos também é importante.

Plano de Marketing

Com a análise de mercado feita, é hora de montar um plano relacionado às vendas. Nessa parte é importante ter conhecimento sobre seus produtos e definir as estratégias para comercializá-los. Para isso, é importante documentar:

  • Quais são os produtos ou serviços e suas características
  • Preços que serão praticados
  • Estrutura necessária para venda
  • Levantar tipos de campanhas e promoções para impulsionar os resultados
  • Canais de venda e localização de pontos físicos se houver
  • Equipe e parceiros necessários para realizar a operação comercial e de marketing

Plano Operacional

Nessa seção você irá definir como será o funcionamento da empresa no dia a dia. Para isso é importante levar em consideração todas as etapas até que seu produto e serviço chegue ao consumidor.

É nessa etapa que será possível compreender qual a capacidade de produção da sua empresa e se ela atende aos objetivos. Lembre-se de definir os seguintes pontos:

  • Estrutura física necessária
  • Tamanho da equipe, funções e cargos
  • Equipamentos necessários para produção e comercialização
  • Capacidade de produção ou prestação de serviço
  • Fornecedores envolvidos na operação
  • Processos de todas as áreas

Planejamento Financeiro

Levando em consideração todos os pontos levantados acima, será possível decidir a viabilidade financeira do negócio. Ou seja, quanto será preciso investir para fazer o negócio sair do papel e quanto será preciso vender para manter a empresa viva.

Para ajudar, é bom manter sua planilha de balanço financeiro atualizada. Nessa parte é importante ser muito detalhista e levar em consideração diversas questões como:

  • investimento total
  • capital de giro necessário
  • estimativa de custos com matéria-prima e produção
  • estimativa de custos operacionais
  • estimativa de custos com recursos humanos
  • estimativa de custos com a comercialização
  • estimativa de faturamento mensal

Ainda que a maior parte dessas informações sejam estimativas é importante tentar ser mais realista possível. Essa visão financeira do negócio irá dizer de fato se ele é viável.

Cenários alternativos

Todo mundo sabe que imprevistos acontecem e nem tudo que foi planejado é possível de realizar. Diversos fatores podem afetar os resultados de uma empresa: falta de matéria-prima, aumento da concorrência e crises econômicas são algumas dessas situações.

Por isso, um plano de negócios eficiente também leva em consideração o que pode acontecer nesses cenários. Levantar situações alternativas é uma maneira de se preparar para o que vier pela frente.

Para isso, pense sempre em uma situação negativa em que os resultados ficam abaixo do esperado, e outra positiva em que surgem oportunidades únicas para impulsionar o crescimento.

Análise Estratégica

A análise estratégica é uma etapa que permite identificar os fatores que impactam nos resultados. Para isso, pode ser interessante utilizar uma ferramenta, como a análise SWOT.

Conhecida como análise FOFA, em português, esse método ajuda a identificar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças relacionadas ao negócio.

Para realizar essa análise é importante olhar para o ambiente externo e interno. A partir dela é possível definir as prioridades estratégicas para a empresa.

Avaliação do Plano

Com todas as informações coletadas e analisadas você conseguirá olhar para o plano e saber se o seu negócio tem potencial para ser bem-sucedido. Entender a viabilidade do plano é o que deve guiar uma decisão de abrir ou expandir uma empresa.

Dedicar tempo a cada uma dessas etapas é fundamental para construir um plano de negócio sólido e consistente. Lembre-se que esse documento será como um guia para as tomadas de decisões daqui para frente. Por isso, vale a pena investir o seu tempo e de seus sócios nessa construção.

Publicidade