in

Após prisão de Paulo Cupertino, delegada dá entrevista ao vivo e detona: ‘Ele está achando que é celebridade’

O comerciante estava foragido desde 2019, quando teria assassinado Rafael Miguel.

Reprodução/Record TV e Divulgação/Polícia Civil

Na última segunda-feira (17/05), a polícia prendeu o comerciante Paulo Cupertino, suspeito do assassinato do ator Rafael Miguel e de seus pais Miriam Selma Miguel, de 50 anos, e João Alcisio Miguel, de 52. O crime aconteceu no dia 9 de junho de 2019 e deixou o Brasil inteiro chocado.

Publicidade

Desde a morte do ator e dos genitores, Paulo Cupertino estava foragido. Ontem, a polícia recebeu uma ligação anônima e chegou ao paradeiro do pai de Isabela Tibcherani, a namorada de Rafael Miguel na época do assassinato.

Ainda na segunda-feira, a Delegada da Divisão de Capturas da Polícia Civil de São Paulo, Dra. Ivalda Aleixo, conversou com a equipe de Datena e deu algumas informações sobre o caso. Ela afirmou que tirou um peso por conseguir finalmente capturar o suspeito.

Publicidade

Ivalda declarou que a polícia estava em dívida com a família de Rafael Miguel e também com a sociedade pelo fato de até então não ter chegado ao paradeiro de Paulo Cupertino, que chegou a se disfarçar para não ser capturado.

Publicidade

Em certo momento, Datena comentou que o suspeito teria rido durante a prisão: “Ele está aqui achando que é uma celebridade”, comentou a delegada. “Olhar para ele, cara a cara, e saber que vou levar ele para o presídio, é gratificante”, comentou ainda a autoridade.

Publicidade

A polícia estava a procura de Paulo desde o dia do crime. O suspeito não aprovava o relacionamento da filha com Rafael Miguel, o que supostamente motivou o crime contra o ator e sua família. A filha de Cupertino se manifestou sobre a prisão e agradeceu o apoio do público.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.