in

Caso Rafael Miguel: em vídeo, Paulo Cupertino nega crime e conta o motivo por ter fugido após o assassinato

O empresário estava foragido há 3 anos; ele é acusado de assassinar o ator Rafael Miguel e sua família.

Foto: Reprodução/TV Globo | Divulgação Polícia Civil

Nesta última segunda-feira (16), Paulo Cupertino foi preso em São Paulo, acusado de assassinar o ator Rafael Miguel e seus pais há 3 anos. O crime aconteceu em 9 de junho de 2019. O empresário estava foragido desde então.

Publicidade

Segundo o Ministério público, Cupertino assassinou a família, pois não aceitava o namoro de sua filha, Isabela Tibicherani, com o artista de Chiquititas. As câmeras de segurança captaram o momento em que o empresário atira 13 vezes em Rafael e nos pais do ator. O empresário está sendo acusado de homicídio duplamente qualificado, por razão fútil. Dois amigos de Cupertino também são réus por terem o ajudado a fugir após o assassinato.

De acordo com informações do jornal Bom Dia SP, o empresário irá passar por uma audiência de custódia na manhã desta terça-feira (17). A audiência definirá onde o réu ficará até ser julgado pelo crime. Ele passou a noite no 77° DP, em Santa Cecília.

Publicidade

O telejornal Cidade Alerta, exibido pela TV Record, exibiu um vídeo do empresário negando que tenha cometido o crime contra a família de Rafael. Na ocasião, Cupertino chegou a ser questionado por que estava rindo. O empresário, por sua vez, negou que estava debochando da situação e disse: “Não tô rindo, eu não matei ninguém”.

Publicidade



Paulo também foi questionado pelos repórteres sobre o motivo de sua fuga, já que ele alega ser inocente. O empresário disse que fugiu, pois “todos estavam atrás dele”. “O Brasil querendo me linchar. Eu sou inocente”, disse o réu.

Publicidade

Isabela, filha de Paulo, disse que ainda está assimilando a prisão do pai. Segundo a jovem, não foi a primeira vez que recebeu essa informação de que o pai havia sido encontrado.

Publicidade