in

Paulo Cupertino, sogro de Rafael Miguel, diz onde estava escondido para não ser preso pela polícia

O empresário foi detido nesta segunda-feira depois que a polícia recebeu ligação anônima

REPRODUÇÃO: REDES SOCIAIS / POLÍCIA CIVIL

Nesta segunda-feira (16/05), a polícia de São Paulo efetuou, após receber uma denúncia anônima, a prisão de Paulo Cupertino, suposto culpado pela morte do ator Rafael Miguel e de seus pais, João Alcisio e Miriam Selma.

Publicidade

Paulo estava foragido desde 2019, quando teria cometido o assassinato contra Rafael e as outras duas vítimas. Cupertino afirmou que passou quatro meses vivendo escondido em um hotel de Interlagos, na Zona Sul de São Paulo, antes de ser capturado.

O 98º Distrito Policial, localizado no jardim Miriam, zona sul da capital paulista, confirmou as declarações de Paulo. O suspeito chegou a ser levado pelos agentes para o Instituto Médico Legal para passar por um exame de corpo de delito.

Publicidade

Cupertino pode ter passado por 300 endereços tentando se esconder da polícia. Ele foi preso em São Paulo depois que as autoridades receberam a denúncia de que o suspeito estava na capital. O nome do possível assassino está constando na Difusão Vermelha e aparecia na página de criminosos mais procurados da polícia paulista.

Publicidade

O crime de Paulo teria sido motivado por uma suposta implicância do comerciante ao namoro de Rafael Miguel, na época com 22 anos, com sua filha, Isabela Tibcherani. A jovem se manifestou após a detenção do pai e agradeceu a quem tem lhe dado apoio. Ela teria presenciado a morte do então namorado e dos dois sogros, que foram assassinados a tiros.

Publicidade

Novos detalhes sobre a prisão de Paulo podem ser divulgados a qualquer momento. Vários repórteres receberam o empresário após a detenção.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.