in

Vídeo mostra momento em que Paulo Cupertino é preso, nega o crime e diz ser inocente

Cupertino estava foragido a quase 3 anos após o crime em junho de 2019.

REPRODUÇÃO/ BAND/ REDE SOCIAL

A polícia de São Paulo prendeu o foragido da justiça, Paulo Cupertino Mathias, na tarde desta segunda-feira (16), acusado de assassinar o ator Rafael Miguel e sua família.

Publicidade

Cupertino foi preso pela 98º Delegacia de Polícia no Jardim Miriam, na região sul de São Paulo. Ele foi encaminhado para o IML, onde passou por perícia antes de seguir para a unidade de detenção do prédio do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), na capital paulista. Ele vai permanecer à disposição da Justiça.

Há quase três anos, Cupertino está foragido da justiça, após assassinar Rafael Miguel e sua família, em junho de 2019. Seu último paradeiro informado à polícia foi na cidade de Yataity del Norte, em dezembro de 2020, no Paraguai. Na época, ele foi identificado em uma fazenda.

Publicidade

Em entrevista a repórteres ao chegar na delegacia, sorrindo, Cupertino negou ser o autor do crime e alegou ser inocente e disse ter fugido por medo de ser linchado.

Publicidade

Noite do crime

Publicidade

O ator Rafael Miguel, de 22 anos, e seus pais, João Aloyzio Miguel, de 52 anos, e Mirian Selma, de 50 anos, foram assassinados a tiros na noite de 9 de junho de 2019, na casa da namorada e filha de Cupertino, Isabela Tibcherani.

O ator ficou conhecido por suas atuações no SBT, na novela Chiquititas e em propagandas de TV. Rafael foi com os pais à casa da namorada para conversar com o sogro Cupertino sobre seu relacionamento com a jovem.

Cupertino é investigado como o responsável pelo crime. Segundo seus próprios familiares, ele era uma pessoa agressiva e não aceitava o relacionamento da filha. Em entrevista para o portal R7, Isabela Tibcherani disse que ficou a aliviada com a prisão do pai.

Publicidade