in

Palavras de Paulo Cupertino logo após ser preso chamam a atenção: ‘Sou inocente. Não matei ninguém’

Cupertino estava na lista dos homens mais procurados pela polícia de São Paulo há cerca de 3 anos.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Nesta sexta-feira (16), Paulo Cupertino Matias foi preso pela Polícia Civil de São Paulo após uma longa caçada. O homem é acusado de ter assassinado a sangue-frio o ator Rafael Miguel e seus pais, João Alcisio e Miriam Selma. O motivo para o crime brutal seria o namoro de sua filha, Isabela Tibcherani, com o ator.

Publicidade

O crime violento causou grande comoção nacional, já que a família era admirada e reconhecida por todos. Logo após o crime, Paulo Cupertino fugiu e estava sendo caçado pela polícia até o dia de hoje. Várias denúncias sobre o paradeiro do empresário foram feitas, mas a polícia não lograva êxito em encontrá-lo até que, nesta sexta-feira (16), uma denúncia de que Cupertino estava em São Paulo foi feita de forma anônima.

Policiais da 6ª. Seccional fizeram a prisão e encaminharam o preso para o 98º Distrito Policial, Zona Sul de São Paulo, onde ele segue à disposição da Justiça. O assassino de Rafael e sua família negou os crimes ao chegar na delegacia. Ele também foi submetido a exames de corpo delito. Paulo Cupertino estava incluído na lista da Difusão Vermelha da Interpol.

Publicidade

Eu sou inocente. Não matei ninguém”, disse Cupertino ao chegar no DHPP. Isabela Tibcherani já sabe da prisão do pai. De acordo com o site IG, a jovem concedeu entrevista ao SBT e afirmou que ainda estava assimilando a informação, já que há cerca de 3 anos teve sua vida virada de cabeça pra baixo com a morte do namorado e dos sogros.

Publicidade

A jovem disse, ainda, que estava sentindo um misto de sentimentos, que acumulavam tristeza e felicidade. No fim da entrevista, Isabela caiu aos prantos ao relembrar a morte do namorado. A reportagem saiu do ar em respeito à dor da jovem. Cupertino chegou a trocar de identidade durante a fuga.

Publicidade
Publicidade