in

Wesley Safadão destratou fãs? Vídeo polêmico viraliza: ‘Não encosta não, não quero ninguém perto de mim’

O artista deu a sua versão dos fatos em suas redes sociais e negou que tenha maltratado fã.

INSTAGRAM (reprodução Metropoles)

O cantor Wesley Safadão precisou ir às redes sociais, no início da tarde deste domingo (15), para se explicar sobre um vídeo dele, gravado momentos antes de subir ao palco, na noite do último sábado (14/05). No vídeo, que viralizou nas redes, o artista aparece cercado de fãs e dizendo: “Não encosta não, não quero ninguém perto de mim”.

Publicidade

O vídeo foi compartilhado nas redes com a seguinte legenda: “Me decepcionei… Um artista dizer que não quer ninguém perto dele“. A situação constrangedora aconteceu durante o show TBT WS em São Luís, no Maranhão.

A filmagem de uma fã circulou bastante por grupos até ser postada pelo perfil do Instagram Patolino Sincero, que cobre notícias da região. Com a repercussão, vários perfis de fofoca compartilharam o vídeo, gerando um grande engajamento nas redes.

Publicidade

O cantor se defendeu em seu perfil, dizendo que em momento algum maltratou fãs ou os impediu de chegar perto dele no show de São Luís. Segundo Wesley Safadão, a sua fala não foi direcionada a uma fã, e sim a um dos seus seguranças. Um outro vídeo, gravado por um outro ângulo, mostra que o artista está falando a verdade.

Publicidade

Publicidade

De acordo com o cantor, ele foi recebido para o show com um cordão de seguranças que não são acostumados a trabalhar com ele. Para se sentir mais a vontade com os fãs, ele pediu para seu segurança pessoal que desmanchasse aquele cordão: “Eu falo para um rapaz de camisa branca ‘não quero gente perto de mim'”, afirmou o cantor, que completou: “Eu estou me referindo aos seguranças que vêm atrás de mim”.

Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com