in

Com sequelas de AVC, Arlindo Cruz se casa novamente; fotos mostram casal em clima de muito romance

O sambista segue lutando para reestabelecer a sua vida normal após um AVC no ano de 2017.

Quem/Divulgação

O sambista Arlindo Cruz (63) e a empresária Babi (51) comemoram nesta sexta-feira (13) os dez anos da oficialização do casamento. O evento acontece no mesmo local onde a união foi celebrada em 2012, no espaço Lajedo, localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Publicidade

Cerca de 60 familiares e amigos marcam presença no evento, que acontece a partir das 20h (de Brasília), incluindo outras celebridades, como Regina Casé, Hélio de La Peña, Marcelo D2 e Alcione.

Fotos mostram preparativos para novo casamento de Arlindo Cruz e Babi

Embora o casal seja praticante do candomblé, a cerimônia será ecumênica, com a presença de líderes de outras religiões. “Nós teremos o nosso babalorixá, que vai dar as bênçãos do candomblé, teremos um padre, que vai celebrar pelo catolicismo, uma ministra da igreja messiânica, a mesma que celebrou o nosso casamento há dez anos, um dirigente do budismo e um pastor evangélico”, explicou Babi em entrevista para a Quem.

Publicidade

O noivado entre Arlindo Cruz e Babi teve início quando ela tinha apenas 15 anos. Desde então, permaneceram juntos por 26 anos, sem que a união fosse oficializada em uma cerimônia tradicional. A situação mudou no dia 13 de maio de 2012, Dia das Mães naquele momento, quando os laços foram finalmente sacramentados.

Publicidade

Arlindo Cruz segue lutando contra sequelas neurológicas

O sambista foi acometido por um AVC em março de 2017, do qual sobrevieram múltiplas sequelas. À época, o artista precisou ser transferido às pressas para um hospital no Rio de Janeiro, perdendo quase todos os movimentos corporais.

Publicidade

Desde 2019, Arlindo Cruz segue lutando por sua vida em casa, na companhia dos familiares e dos profissionais de saúde que lhe auxiliam. Apesar de todo o apoio, ainda não retomou a sua rotina de trabalhos.

À mesma fonte, Babi explica que o período de pandemia foi de grande dificuldade para a família, tendo em vista a queda nas receitas e os três processos judiciais enfrentados, ajuizados por dois técnicos de som e um músico, rendendo dívidas na casa dos R$ 500 mil. Hoje, seguem em situação mais estável, recompondo-se aos poucos.

Publicidade

Escrito por Henrique Furtado

Henrique Furtado é um redator com vasta experiência no jornalismo online. Solidificou sua carreira com coberturas marcantes sobre os principais acontecimentos no Brasil e no mundo ao longo da última década. Suas especialidades englobam desde os bastidores da política, versando por esportes, atualidades e, claro, tudo o que acontece no mundo dos famosos. Está sempre ligado para entregar, em primeira mão, as últimas novidades para os seus leitores, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

Contato: henriquefurtado.jornalista@gmail.com