in

Luísa teve medo de perder a vida após fim do casamento com Whindersson Nunes: ‘Não tava aguentando mais’

Em entrevista, a cantora falou sobre os ataques de ódio que sofreu no ano de 2020, quando anunciou o fim do casamento com o humorista.

Instagram

Luísa Sonza foi a convidada do programa Saia Justa, do GNT, de quarta-feira (11). Na entrevista, ao lado de Sabrina Sato, Astrid Fontenelle, Luana Xavier e Larissa Luz, a cantora comentou sobre os ataques de ódio que recebe por meio das redes sociais, que, inclusive, se agravaram em 2020, quando anunciou a sua separação do comediante Whindersson Nunes. “Eu tava com medo de morrer”, destacou.

Publicidade

No bate-papo, a cantora explicou como vem lidando com os comentários negativos e ataques que recebe. Luísa diz que algumas vezes ela encara, mas também há momentos em que ela prefere viver em uma realidade paralela e, assim, evitar contato com isso. “Eu nunca fui forte, eu tive que ser forte”, disparou.

Sonza diz tentar ignorar os haters no dia a dia, mas destaca que no ano de 2020 tudo acabou se complicando. “Minha mente não tava aguentando mais”, contou Luísa, destacando que não sabia mais o que fazer e, inclusive, que nem a terapia estava tendo resultado. “Eu tava com medo de morrer mesmo”, disparou a artista.

Publicidade

Além disso, Luísa ainda contou que chegou a ser xingada na rua enquanto celebrava ocasiões especiais, como o Ano Novo. Vale lembrar que logo após Luísa e Whindersson anunciarem a separação, o cantor Vitão chegou a ser apontado como pivô do fim do relacionamento, o que fez com que a cantora fosse ainda mais criticada nas redes sociais.

Publicidade

Na conversa, Luísa ainda revelou uma situação que viveu dentro de um avião, que causou nela uma verdadeira crise de pânico. A cantora contou que, após o embarque, desconfiou de um homem que estava a olhando feio e deixou uma mala preta ao lado do seu assento.

Publicidade

Publicidade