in

Novo boletim médico sobre estado de saúde de Conrado: cantor foi extubado e seu quadro clínico é estável

O sertanejo fazia dupla com Aleksandro, e segue internado na Unidade de Terapia Intensiva.

Instagram Conrado

No início da tarde de hoje (11), foi divulgado um novo boletim médico com informações sobre o quadro clínico do sertanejo João Vitor Moreira Soares, que assina o nome artístico de Conrado. O cantor foi vítima de um grave acidente de ônibus que aconteceu no último dia 7, entre os cinco mortos, está sua dupla, Aleksandro.

Publicidade

A assessoria de imprensa da dupla divulgou o novo folhetim. Segundo as informações que constam no documento, Conrado foi extubado na noite de ontem (10), ele está lúcido e já consegue respirar sem a ajuda dos aparelhos.

O boletim informou que o cantor ainda continua internado no Hospital Regional de Registro, na UTI. A boa notícia é que ele já apresentou uma melhora significativa: ”foi extubado por volta das 19 horas de ontem (10/05) e encontra-se lúcido e em respiração espontânea. O quadro é estável. Conforme o comunicado, devido à evolução do quadro, Conrado não precisou passar por nova cirurgia nas últimas 24 horas.

Publicidade

O comunicado ainda citou outro membro da equipe da dupla que também sobreviveu ao acidente sendo levado para a UTI da mesma unidade de saúde, Júlio Cesar Bigoli Lopes. Segundo informações, sua situação ainda é grave e ele teve que passar por uma cirurgia no fêmur esquerdo.

Publicidade

A assessoria do sertanejo publicou uma nota oficial hoje (11) se posicionando a respeito da denúncia que foi exibida no programa Balanço Geral. A atração noticiou que o ônibus que vitimou as pessoas na tragédia possuía mais de 180 multas de trânsito. Por meio da nota, eles questionam qual é a relação entre a informação exposta em rede nacional pelo jornal e a causa do acidente.

Publicidade

Segundo o delegado responsável pelas investigações, a principal suspeita até então é que o acidente aconteceu após um dos pneus do veículo estourar. Em seguida, o motorista teria perdido o controle do volante, fazendo com que o ônibus tombasse no canteiro central da avenida.

No final de semana, um suposto vídeo que teria sido gravado momentos antes do acidente mostra que o motorista do ônibus estava dirigindo em uma velocidade maior que a permitida na rodovia. As autoridades estão apurando a veracidade do registro, caso seja comprovada, o condutor pode responder por homicídio culposo.

Publicidade