in

Sindicato dos Artistas poderá impedir a estreia de Jade Picon nas novelas da Globo, diz colunista

A polêmica influenciadora digital, ex BBB 22, não possui registro profissional para atuar como atriz.

Reprodução/Instagram

Após ser anunciado de forma maciça em todos os veículos de imprensa brasileiros que Jade Picon teve o seu contrato renovado com a Rede Globo pelos próximos dois anos e era presença confirmada no elenco de Travessia, título provisório da próxima novela de Glória Perez, onde faria sua estreia como atriz, isso poderá não acontecer.

Publicidade

Segundo Fábia Oliveira, colunista do EM OFF, o estardalhaço e a repercussão causados pela notícia chegaram ao conhecimento do Sindicato dos Artistas do Rio de Janeiro (SATED RJ), que poderá impedir que a polêmica influenciadora faça parte do elenco da referida novela.

Para que isso não aconteça, segundo a colunista, a Rede Globo deverá, por meios legais, cumprir os procedimentos necessários, pois Jade não possui o registro profissional exigido para exercer a função de atriz.

Publicidade

O Sindicato, mais do que depressa, decidiu se pronunciar através do seu presidente, Hugo Gross, taxativo ao declarar: “Não acho justo ela tomar um espaço em qualquer emissora de televisão e a gente vai tomar as medidas cabíveis para que isso não aconteça. E a categoria vai nos apoiar”.

Publicidade

Fábia Oliveira também revela que nessa nova trama de Glória Perez, que abordará as reações do comportamento humano em relação à tecnologia, a ex-BBB viveria, como na vida real, uma influencer, porém, seu papel sofrerá por se tornar vítima de fake news.

Publicidade

Quem teve a ideia de escalar Jade Picon para esse trabalho foi a direção de dramaturgia da Rede Globo e com o aval de Mauro Mendonça Filho, que em 2015 transformou Camila Queiroz em protagonista de Verdades Secretas.

Publicidade