in

Relembre a história da novela Esmeralda, de volta na tela do SBT

SBT anunciou a novela Esmeralda como uma das estreias para os próximos dias.

SBT/Montagem por Nascimento

Na última segunda-feira, 2 de maio, o SBT anunciou mudanças em sua grade de programação que começam a valer a partir do dia 16 de maio. Dentre as novidades está a volta de exibição de várias novelas no período da tarde.

Publicidade

Das 13h as 14h do dia 16, volta a ser exibida a novela Esmeralda, produzida pelo SBT em 2004. A trama é uma nova versão do clássico mexicano que também foi exibido pelo SBT e teve o mesmo nome, contando com o protagonismo de Fernando Colunga e Letícia Calderon.

A origem da novela Esmeralda

Esmeralda ficou no ar por quase oito meses entre 2004 e 2005 e contou com Bianca Castanho e Cláudio Lins como os protagonistas. A novela marcou uma época em que o SBT produziu diversas novelas, a maior parte delas de adaptações de sucessos mexicanos em uma parceria com o Grupo Televisa, do México, que é um conglomerado de mídia que detém várias emissoras de rádio e TV no país, incluindo o Las Estrellas e TLNovelas.

Publicidade

Apesar da novela ser uma versão da história que ficou famosa com um dramalhão mexicano, a verdade é que Esmeralda tem sua origem na Venezuela e teve sua primeira versão exibida na TV do país natal em 1971. Ganhou seu primeiro remake também na Venezuela em 1984.

Publicidade

A história da novela Esmeralda

O enredo de Esmeralda é clássico de um bom dramalhão. Branca entrou em trabalho de parto, mas uma tempestade fechou a estrada e impediu que ela tivesse acesso a um médico. A criança nasceu de um parto difícil através das mãos de uma parteira.

Publicidade

O marido de Branca queria ser pai de um menino, mas nasce uma menina muito fraca, que a parteira pensa estar morta. A mesma parteira havia feito um outro parto no mesmo dia e comenta com a governanta de Branca, Margarida, sobre as ironias da vida, já que na outra casa nasceu um menino forte, mas que ficou órfão, pois a mãe perdeu a vida no parto e o pai havia morrido meses antes em um estouro de gado.

Sabendo que a patroa não poderá mais engravidar e que o marido da mulher ansiava por um menino, decide fazer a troca da menina supostamente morta pelo menino órfão. Parteira e governanta guardam o segredo, até que os caminhos dessas crianças se cruzam quando ambos se tornam adultos.

A menina ganha o nome de Esmeralda, por ter olhos verdes como a pedra preciosa, mas são olhos que não enxergam. Já o menino se torna José Armando, um médico que poderá curar a cegueira de Esmeralda.

Entre muitos conflitos e armações dos vilões, o que não pode faltar em um bom dramalhão, somente na fase final da trama que Branca descobre sobre a troca dos bebês, o que deixa Esmeralda e principalmente José Armando, muito abalados.

Publicidade

Escrito por Nascimento

Redator de entretenimento e curiosidades