in

Frederico Evaristo avalia neste momento a situação da arte no Brasil

as grandes diferenças sociais nos impede de conhecer muitos artistas maravilhosos.

PW- Assessoria de Imprensa e Comunicação

Para mim foi sempre muito óbvio que as artes em geral dependem de um fator muito importante, o político por exemplo exerce grande poder neste mercado, chegando a desordens financeiras caóticas por falta do incentivo cultural. É algo que os artistas sempre enfrentaram e vão continuar enfrentando.

Publicidade

As grandes diferenças sociais nos impede de conhecer muitos artistas maravilhosos, que vivem no anonimato por falta de oportunidades, muitas vezes básicas, como o dinheiro para o transporte público.

Paralelamente, quanto temos uma política forte e justa, igualitária, com certeza vemos o número de artes aumentar por aí, nos museus, nas galerias, nas casas das pessoas, nas ruas, muros, ateliês de artistas independentes, becos, favelas.

Publicidade

Dito tudo nisso, vamos votar melhor, mais conscientes, trazer a arte única, voraz e persistente que o Brasil tem para mostrar para o mundo de volta.

Publicidade

Prestadora de Serviços Web

Publicidade
Publicidade