in

Vídeo: Datena chama jornalismo da RecordTV de mentiroso e esculacha repórter da concorrência ao vivo

O apresentador se irritou ao ver a concorrência apresentando uma reportagem como exclusiva, sendo que ele tinha dado antes.

REPRODUÇÃO/ BAND/ RECORDTV

O noticiário policial da TV Band da última sexta-feira (29), ‘Brasil Urgente’, contou com desabafos e indiretas do apresentador José Luiz Datena. O jornalista questionou a cobertura de outras emissoras sobre o caso de Renan, jovem que perdeu a vida após ser assaltado em São Paulo.

Publicidade

O jornalista interrompeu uma matéria para falar sobre sua raiva quando viu outro canal transmitindo imagens da prisão do assassino como ‘exclusivas’, sendo que o ‘Brasil Urgente’ teria transmitido uma gravação exclusiva do caso no início do noticiário.

Indignado, Datena desabafou e disse que não gosta de coisas mal feitas, e afirmou que deu a reportagem da cobertura do caso e, no momento, era exclusivo.

Publicidade

O jornalista ainda opinou dizendo que emissoras que fazem jornalismo errado deveriam pagar por isso. E voltou a dizer que ninguém havia exibido a reportagem, e que seu programa deu de forma exclusiva. Criticando a concorrência, Datena desabafou: “Isso é jornalismo de péssima qualidade, mal feito”.

Publicidade

Publicidade

Disputa por entrevista

Na última terça-feira (22) o ‘Brasil Urgente’, da Band, e o ‘Cidade Alerta’, da Record, não disputaram apenas por telespectadores, mas também por uma entrevista com um delegado responsável pelo caso Lara, em SP.

Repórteres dos dois canais entrevistaram o delegado Rafael Diorio. No início ele estava com fones e ouvindo apenas Datena no estúdio. Durante a conversa com Datena, o repórter da Record também tentou fazer perguntas. Datena liberou o oficial para falar com outra emissora e até citou o nome de Bacci, dizendo que o apresentador também queria falar com o delegado.

No entanto, o repórter do ‘Cidade Alerta’ questionou várias vezes o delegado sobre ele ter supostamente proibido o advogado da família de acessar as autoridades na delegacia.

Depois que o repórter fez mais perguntas, dando a entender que o delegado havia cometido uma violação, Datena repreendeu o repórter da concorrente dizendo que deu o espaço, mas que o repórter ficou insistindo em uma mesma pergunta.

O delegado então voltou a falar com Datena e disse que a pergunta do repórter era pertinente, deixando o funcionário da Record falando sozinho.

Publicidade