in

Marcos Harter é chamado de abusivo por Luana Piovani, aciona a Justiça e exige indenização da atriz

A atriz postou uma foto nas redes sociais dizendo que o ex-BBB é abusador e ainda conta com o apoio dos brasileiros.

Instagram Luana Piovani/Marcos Harter

No último dia 26, o ex-BBB Marcos Harter entrou com uma ação na Justiça pedindo indenização por danos morais contra Luana Piovani. Segundo informações do site ‘EM OFF’, o médico está pedindo a quantia de R$ 50 mil por ter sido chamado de abusivo pela ex de Pedro Scooby em uma publicação dela na internet.

Publicidade

O ex-BBB ainda exige que a atriz não divulgue mais nenhuma ofensa ou informação falsa e depreciativa contra ele nas suas redes sociais. Marcos ainda pede que Luana retire a mensagem de teor ofensivo que teria feito contra ele e se retrate publicamente pela sua atitude, afirmando que o cirurgião foi acusado sem nenhuma comprovação que tenha realmente cometido algum delito.

Conforme a publicação, Harter diz que os demais ex-participantes de outros realites  deveriam se comportar da mesma forma que ele e disse que está disposto a oferecer todo a ajuda jurídica necessária. “Acredito que os outros cinco deveriam fazer a mesma coisa. Inclusive, se precisarem, disponibilizo meu jurídico para orientações. Hoje em dia as pessoas têm preguiça de se defender e também não querem arcar com custos”, argumentou ele.

Publicidade

Ao analisar a situação, Marcos disse que hoje em dia se tornou moda dizer que os homens são machistas e abusivos, na maioria das vezes a pessoa que acusa não tem nenhuma prova sobre isso. Segundo ele, simplesmente querem julgar sem saber de fato o que aconteceu e muitas vezes os réus são inocentes, como seria o seu caso.

Publicidade

Tudo começou quando a loira fez um post sobre alguns nomes conhecidos do público em realites. Segundo Luana, a montagem das fotos estava disponível nas redes sociais, na imagem estão alguns conhecidos como Marcos, Biel, Rafael Ilha e Arthur Aguiar. Ao postar a foto, Piovani escreveu: “Tudo abusivo e o Brasil? Ama!”, escreveu.

Publicidade
Publicidade