in

BBB22 – Tadeu usa discurso de eliminação para criticar pacto dos brothers e faz alerta: ‘acordo esdrúxulo’

O apresentador aproveitou o discurso de eliminação de Gustavo para criticar acordo entre os brothers.

Foto: Reprodução/ Globo

Na noite desta última terça-feira (19) foi dia de eliminação no Big Brother Brasil. Eliezer, Gustavo e Paulo André estavam na berlinda, mas o bacharel em direito acabou deixando a casa com 81,53% dos votos.

Publicidade

Durante o discurso de eliminação, o apresentador Tadeu Schmidt aproveitou a oportunidade para criticar o pacto feito pelos brothers. Na ocasião, o comunicador não hesitou em condenar as estratégias usadas pelo Grupo Disney na formação do paredão.

De acordo com Schmidt, o acordo entre os brothers foi uma maneira deles não se comprometerem uns com os outros. Ele ainda disse que tal atitude contribuiu para acomodar o jogo, já que a formação da berlinda é a hora do participante votar na pessoa que ele quer que saia da competição. “Rodízio de pessoas no paredão? No fundo, no fundo, é uma maneira de não se comprometer”, disparou o apresentador.

Publicidade

Tadeu ainda lembrou que o paredão sempre foi a dinâmica mais importante da competição, sendo motivo de discórdia entre os brothers. No entanto, após o Grupo Disney eliminar todos os participantes do Quarto Lollipop e as Comadres, eles se acomodaram porque dominaram a casa.

Publicidade

Segundo o apresentador, os brothers estão na zona de conforto e não querem sofrer fazendo uma escolha ao mandar um de seus amigos para a berlinda. Tadeu afirmou que o pacto ficou claro quando restaram apenas eles na casa. “E aí decidiram manter a ideia. ‘Ah, vamos mandar para o paredão quem está há mais tempo sem ir’”, criticou o comunicador.

Publicidade

Tadeu disse que o acordo sugere que os participantes possuem o mesmo grau de proximidade. Contudo, o público sabe que isso não é verdade, mas os brothers estão com medo de “se queimarem” na reta final do programa. Para o apresentador, os brothers estão se aproveitando do pacto para votar no colega de confinamento sem fazer a escolha que realmente queria fazer.

Por fim, Tadeu disse que o ganhador do BBB22 não vencerá o reality por causa de um acordo, mas sim pelas suas ações na casa. “Se um de vocês vencer o ‘BBB’, não foi ajudado por esse acordo de cavalheiros, foi apesar desse acordo esdrúxulo”, pontuou o apresentador.

Publicidade