in

Quem é e como termina a história do misterioso Velho do Rio em Pantanal? Versão original tem a resposta

O final do Velho do Rio na versão original da novela foi surpreendente e emocionante.

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Quem assiste já reparou que o Velho do Rio, interpretado nessa versão pelo ator Osmar Prado, é o personagem mais misterioso da novela Pantanal. O ser místico que protege a floresta apareceu ainda na primeira fase da trama e já até salvou Maria Marruá, interpretada por Juliana Paes, da morte.

Publicidade

Na novela original, transmitida pela Manchete em 1990, quem deu vida ao Velho do Rio foi o ator Claudio Marzo (1943-2015), e o final de seu personagem foi surpreendente e emocionante ao mesmo tempo. Na ocasião, o Velho do Rio se reencontrou com seu filho José Leôncio e passou o seu bastão de protetor do Pantanal.

Na trama de 1990, a figura mística do Velho do Rio se trata de uma entidade, que na verdade é Joventino, pai de José Leôncio, que sumiu na floresta. Joventino saiu para caçar touros marruás e desapareceu nos primeiros episódios. A explicação é que ele morreu em sua caçada e seu espírito acabou se tornando um protetor do local, que chega a se transformar em uma cobra gigante para matar sem piedade quem tenta destruir a floresta.

Publicidade

Durante sua jornada na novela, poucos personagens tiveram contato com o Velho do Rio. Entre eles está Juma, que acabou se tornando uma de suas protegidas, assim como foi a sua mãe, e também Jove, que no caso é o próprio neto do Velho do Rio.

Publicidade

Na novela original, o personagem misterioso só se revela para o filho quando o mesmo está à beira da morte. Ele conta para José Leôncio o que aconteceu e explica que já está velho demais para continuar protegendo o Pantanal. Com a morte de José, Joventino passa todos os seus poderes místicos para o filho, que fica encarregado de proteger a floresta em seu lugar.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com