in

Em Pantanal, Maria Marruá será assassinada em trama armada por personagem do passado; conheça o algoz

A mãe de Juma Marruá será morta após uma passagem de 20 anos na trama.

TV GLOBO | JOÃO MIGUEL JÚNIOR

A novela Pantanal tem sido sucesso de audiência desde o primeiro dia de exibição. A personagem Maria Marruá enfrenta uma série de tragédias desde o início da trama. Ela perdeu o filho, Francisco, durante uma briga por terras. No episódio da última quinta-feira (7), Maria viu Gil, seu esposo, ser assinado.

Publicidade

Antes de o casal se mudar para o Pantanal, Gil assassinou o mandante da morte de seu filho. O dono das terras, onde a família morava após ter caído em um golpe, foi morto pelo marido de Maria na frente da filha e da esposa, que prometeu vingança. Anos após, dois jagunços foram enviados ao Pantanal para dar fim à vida de Gil.

Ao ver o marido sendo morto, Maria Marruá atirou no assassino, que também morreu. De acordo com a coluna da jornalista Patrícia Kogut, a trama das 21h terá uma passagem de tempo de 20 anos. E Maria será morta após uma vingança tramada pela filha do homem assassinado por Gil no passado. A jovem contará com a ajuda de Lúcio, que será responsável pela morte da mãe de Juma.

Publicidade

Outra morte marca Pantanal

Antero, pai de Madeleine e avô de Joventino, terá um mal súbito na frente do neto. O filho de José Leôncio encontrará cartas do pai no quarto da tia, Irma, e decidirá ir até o Pantanal para encontrá-lo.

Publicidade

No próximo sábado (16), acontecerá o encontro entre Jove e José Leôncio. Ambos ficarão emocionados, causando ciúmes em Tadeu, afilhado do peão. Apesar da emoção do primeiro encontro, Jove e o pai enfrentarão dificuldades, em razão do choque cultural e maneiras distintas de viver.

Publicidade
Publicidade