in

Revoltada, Chris Flores detona morador de rua: ‘A mulher em uma clínica e esse cara dando risada’

O ex-morador de rua foi agredido após ter relações com a esposa de um personal trainer, o caso repercutiu na mídia.

REPRODUÇÃO/ SBT

A apresentadora Chris Flores ficou revoltada com a fama conquistada por Givaldo Alves, o morador de rua que acabou sendo agredido por um personal trainer, após se relacionar com sua esposa. Durante o programa Fofocalizando de quinta-feira (7), Chris deu sua opinião e detonou o homem.

Publicidade

A apresentadora relembrou que em uma entrevista sobre o caso, Givaldo havia dito que não queria expor a situação, que deu entrevistas apenas para relatar o ocorrido, mas acabou divulgando toda história com a mulher do personal e com isso conquistou fama. “Aí ele virou o grande galã, o grande romântico desse país, que sabe fazer sexo como ninguém”, comentou Chris.

A pauta do programa falou sobre Deolane Bezerra, que trocou farpas nas redes sociais com Givaldo. A advogada o chamou de ‘nojento’ e revelou estar com ranço der ver várias mulheres dando atenção para Givaldo. 

Publicidade

Chris diz que entendeu Deolane, e afirmou que é triste o rumo que o caso está tomando e que a Justiça precisa agir, para que ninguém aplauda ou ria deste tipo de situação. “Não vou aplaudir uma mulher sendo estuprada porque, sim, foi isso que aconteceu… povo tratando o cara como se ele tivesse salvado alguém da morte. A mulher está até agora como? Transtornada em uma clínica psiquiátrica e esse cara dando risada aí. Um monte de mulherada linda, beijando, agarrando, credo! Me julguem!”, afirmou Chris.

Publicidade

Relembre o caso

Em março, Givaldo Alves foi encontrado em um carro tendo relações sexuais com Sandra Maria, esposa do personal trainer Eduardo Alves, em Planatina (DF). Eduardo afirmou a polícia que sua esposa tinha problemas psicológicos e classificou o incidente como um estupro de vulnerável.

Publicidade

Após ver a cena, ele quebrou a janela do carro e agrediu Givaldo, que alegou que o relacionamento era consensual, que antes teria sido abordado pela mulher.

O caso gerou grande repercussão nas mídias, e Givaldo passou a ser tratado como vítima da situação. Atualmente, ele mora em uma cobertura na Barra da Tijuca (RJ), e tem milhares de seguidores nas redes. Já a mulher com que teve relações, está em uma clínica psiquiátrica onde permanece internada.

Publicidade