in

Sabrina Sato afirma que quase desistiu da carreira por causa de Dhomini: ‘Achei que era alma gêmea’

Sabrina Sato relembra relacionamento com Dhomini no Conversa com Bial.

TV Globo

Uma das maiores estrelas do extinto Pânico na TV e, hoje, apresentadora, Sabrina Sato, atualmente com 41 anos contou que quase desistiu da carreira pelo Dhomini, seu namorado que conheceu quando estavam confinados no BBB3.

Publicidade

Durante entrevista para o Conversa com Bial, a bela contou que quando saiu do reality, estava muito apaixonada. “Achava que ele era a alma gêmea da minha vida”, declarou.

Sato relatou que já estava trabalhando no Pânico, que até então era na rádio, e o programa já fazia muito sucesso. Logo, ela procurou o Emílio Surita, diretor do programa e comunicou que estava indo morar com o amado em Goiânia.

Publicidade

A apresentadora relembrou que levou uma bronca do patrão devido à decisão que ela estava tomando. Segundo ela, Emílio disse: ”Você falou pra mim que seu sonho era televisão. Agora você vai abandonar tudo pelo Dhomini, você vai ser a mulher do Dhomini”.

Publicidade

Sabrina relatou que alguns meses depois o vencedor do programa terminou a relação com ela e retornou sozinho para Goiânia. Em seguida, ela começou a ter muitas oportunidades profissionais e seguiu a vida.

Publicidade

Bial questionou a famosa porque ela preferiu trabalhar em um programa de humor quando saiu da casa mais vigiada do Brasil. A mãe de Zoe disse que foi pelo fato de não ter muita experiência na época, quando foi para o reality ela trancou a faculdade de jornalismo e decidiu que queria trabalhar em um lugar onde pudesse ser ela mesma.

O Pânico tinha grandes chances de ir para a televisão, o que a deixou ainda mais animada, já que sentia que não estava preparada para fazer novela.

Publicidade