in

Academia afirma que Will Smith se recusou a deixar evento do Oscar após agressão e pode ser expulso pelo ato

O artista ainda terá o direito de se defender por meio de uma carta escrita.

BRIAN SNYDER / REUTERS

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pelo prêmio do Oscar, entrou com um processo disciplinar contra o ator Will Smith após o escândalo do tapa que o astro deu em Chris Rock enquanto a cerimônia estava sendo realizada no último dia 27.

Publicidade

Segundo a organização, o artista que recebeu o prêmio de Melhor Ator, se recusou a sair do evento após ter cometido o ato agressivo e, com isso, ele pode ser expulso da Academia.

O comunicado oficial divulgado informa que o conselho de governadores começou um processo disciplinar contra Will devido ele ter violado os padrões de comportamento estipulado. O famoso está sendo acusado de contato físico inconveniente, comportamento abusivo ameaçador e ainda por comprometer a integridade física do apresentador.

Publicidade

Segundo informações, Smith foi notificado sobre suas violações cometidas antes mesmo que a organização discutisse alguma forma de puni-lo. O artista poderá se defender através de uma resposta por escrito.

Publicidade

O texto informou, ainda, que na próxima reunião do conselho, prevista para ser realizada no próximo dia 18, a Academia poderá adotar qualquer medida disciplinar, que pode suspender ou expulsar o ator conforme é permitido pelo estatuto.

Publicidade

O comunicado concluiu afirmando que o episódio ganhou uma repercussão maior do que eles poderiam prever. Outro agravante é o fato que Will se negou a deixar a cerimônia no momento que cometeu a agressão.

De acordo com informações do site ”TMZ’, Chris Rock não tinha ciência que Jada Smith raspou a cabeça por conta da alopecia, uma doença autoimune em que a pessoa perde os cabelos do corpo, o que complica ainda mais a situação de Will.

Publicidade