in

Exame aponta resíduos de 10 substâncias no corpo de Taylor Hawkins; baterista foi encontrado sem vida

Taylor Hawkins um dos bateristas mais prestigiados no rock foi encontrado morto em um hotel de Bogotá .

Taylor Hawkins | Foto de Andrew Ogilvy

Um estudo forense preliminar do corpo de Taylor Hawkins, baterista da banda de rock americana Foo Fighters, que morreu na capital colombiana, encontrou 10 substâncias, incluindo antidepressivos tricíclicos, maconha, opióides e benzodiazepínicos. O estudo foi informado neste sábado pelo procurador-geral do país. 

Publicidade

Hawkins tinha 50 anos e chocou o cenário da música mundial ao ser encontrado sem vida em um hotel de Bogotá na sexta-feira (25), horas antes de a banda se apresentar no festival Estéreo Picnic, nos arredores da capital da Colômbia. 

De acordo com o comunicado do procurador-geral, as 10 substâncias foram identificadas após um teste de toxicologia realizado na urina de Taylor Hawkins. No entanto, o comunicado não mencionou overdose como causa da morte do músico.

Publicidade

O Instituto Nacional de Medicina Forense informou que continua realizando pesquisas médicas para esclarecer completamente os eventos que levaram à morte de Taylor Hawkins. 

Publicidade

A Secretaria de Saúde da cidade de Bogotá havia dito anteriormente que recebeu o relatório de um paciente com dores no peito em um hotel no norte da cidade e enviou uma ambulância. No entanto, a prefeitura disse que uma ambulância de uma empresa privada chegou primeiro ao local da emergência. Os profissionais de saúde que participaram do caso realizaram as operações de reanimação correspondentes, mas sem sucesso, constatando a morte do baterista.

Publicidade

A banda anunciou a morte do músico em sua conta no Twitter, mas não disse o motivo. A banda faria um show neste domingo (27) no Lollapalooza Brasil, mas após a notícia a apresentação foi cancelada.

Publicidade