in

Filho de Marília Mendonça teve que tomar insulina após a perda da mãe: ‘Foi algo emocional’

Leo registrou glicemia de 430 mg/dL que, segundo a mãe de Marília Mendonça, pode levar um bebê da idade dele entrar em coma.

Foto: UOL/ Divulgação

O filho da cantora Marília Mendonça, Leo, desenvolveu diabetes emocional após a morte da mãe. De acordo com informações passadas por Ruth Moreira, avó do menino, na última sexta-feira, 18, o menino de apenas 2 anos, fruto do relacionamento da Rainha da Sofrência com o também cantor Murilo Huff, chegou a registrar 430 mg/dL de glicose após a tragédia e, diante disso, precisou tomar insulina.

Publicidade

Ao relatar o ocorrido, Dona Ruth destacou a gravidade de uma criança da idade de seu neto registrar uma glicemia tão alta. Segundo ela, se trata de algo que pode levar um bebê da idade de Leo a entrar em coma. Ela diz ter desconfiado ter algo errado com o menino após perceber que ele estava bebendo muita água e também fazendo muito xixi.

Ruth logo conversou com Huff sobre o assunto e eles levaram o menino ao médico. Durante a consulta, o teste do dedinho deu 430 mg/dL. As declarações foram feitas por Dona Ruth em entrevista para o colunista Leo Dias, do Metrópoles.

Publicidade

Vale lembrar que de acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, o nível máximo de glicose considerada normal para uma criança é 99 mg/dL.

Publicidade

A mãe de Marília Mendonça contou ter pegado uma doutora que agiu rápido e que “entrou com a insulina no mesmo dia”. Ruth diz ainda que a profissional de saúde chegou a cogitar a possibilidade de ter que internar Leo, mas destaca que atualmente o menino passa bem.

Publicidade

Ainda na entrevista, Ruth contou que Leo não toma insulina há mais de um mês e destacou, inclusive, que “foi algo emocional”, já que ela esperou para ver como ele iria reagir à perda da matriarca.

Publicidade