in

Após ter recebido Lula no seu podcast, Mano Brow diz: ‘Virou ‘bandido’ em dez anos. Brasil tem memória curta’

Segunda temporada de ‘Mano a Mano’, de Man o Brown, estreia dia 24 de março.

Reprodução/Twitter @manobrown

Falta pouco para o rapper Mano Brown lançar a segunda temporada do podcast Mano a Mano, pensando nisso, o cantor falou um pouco sobre como a primeira temporada da atração mudou a sua vida. Segundo ele, agora pode ser visto de uma forma diferente pelo público que o acompanha. Durante um evento para a imprensa, ele contou que suas ideias necessitam serem questionadas e fez uma comparação com a vida do ex-presidente Lula, um dos entrevistados de maior audiência que já passou no seu programa.

Publicidade

O artista afirmou que todas às vezes que ele se colocou em dúvida, teve que pagar o preço por isso. Quando agiu dessa maneira, as pessoas perguntavam “cadê aquele Brown das ideias que eu aprendi, ele está se questionando?”, falou ele, dizendo que todo mundo deve se questionar ocasionalmente.

Ao citar Lula, o artista disse ser preciso pegar o político como exemplo. ”O cara que teve quase 80% de aceitação e depois foi preso. Em dez anos, ele virou um ‘bandido’. Esse é o Brasil, memória curta”, pontuou o artista da música. Brown ainda disse ser preciso saber em que mundo estamos vivendo, hoje em dia, a guerra ideológica está dominando todo mundo.

Publicidade

Depois do sucesso que a primeira temporada do seu programa teve no Spotify, o artista vai voltar com novos convidados no próximo dia 24. Segundo ele, esse novo trabalho tem permitido várias oportunidades de aprender coisas novas e continuar estudando sobre o assunto, para melhorar ainda mais.

Publicidade

Através do Podcast, ele contou que só teve benefícios desde que saiu da sua zona de conforto, mesmo tendo que se expor e mostrar a sua fragilidade em alguns momentos.

Publicidade
Publicidade