in

RecordTV é condenada a pagar R$ 1 milhão em processo por abuso envolvendo Marcelo Rezende; detalhes são expostos

Emissora não quis se manifestar sobre o resultado do processo do Ministério Público.

Record

Uma das maiores emissoras do Brasil, a Record, foi condenada a pagar uma multa milionária por um caso de ‘abuso’ ocorrido durante o programa Cidade Alerta, uma das atrações jornalísticas mais assistidas do canal.

Publicidade

O processo, iniciado no ano de 2016, começou devido a uma cobertura do programa, que exibiu uma operação ao vivo de agentes da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas), que perseguiam alguns criminosos na ocasião.

O Ministério Público Federal acusou a Record por incitação à violência, considerando que duas pessoas foram mortas durante a operação após caírem no chão. A reportagem foi feita por Marcelo Rezende (1951-2017), que comandava o Cidade Alerta na época.

Publicidade

São dois ladrões numa moto. A Rocam já tá em cima. Vai sair tiro! Porque se é nos Estados Unidos, atira! Atira, meu camarada, é bandido!“, disse Marcelo, que era conhecido por sua sinceridade, ao narrar a operação policial.

Publicidade

Se ele atirou é porque o bandido estava armado. E ele fez muito bem“, completou o apresentador, tendo sua fala caracterizada com incitação à violência. No processo consta que a situação envolvendo o programa jornalístico foi caracterizada como “abuso da liberdade de expressão com desrespeito aos princípios da inocência e da dignidade da pessoa humana” pelas autoridades responsáveis.

Publicidade

Após ser processada, a Record será obrigada a pagar o valor de R$ 1.097.700,00 a título de reparação pelo ocorrido. O caso foi avaliado pela juíza Marisa Claudia Gonçalves. Até o fechamento desta matéria, a emissora ainda não havia se manifestado sobre a condenação.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.