in

Esposa de Renato Kalil, denunciado por violência obstétrica, fez desabafo antes de ser encontrada sem vida

A assessoria de imprensa do médico confirmou a informação nesta segunda-feira (14).

Instagram / Montagem Metrópoles

Nesta segunda-feira (14), a esposa do médico ginecologista Renato Kalil, acusado recentemente de violência obstétrica, foi encontrada sem vida no local onde residia com a família na capital paulista. Ilana Kalil era nutricionista e deixa dois filhos.

Publicidade

O ginecologista teve a vida profissional exposta pela influenciadora Shantal Verdelho, que o acusou de ter praticado violência obstétrica durante o parto de sua filha mais nova. Segundo Shantal, Renato proferiu palavras de baixo calão contra ela durante todo o procedimento, que foi gravado. A influencer teve um áudio vazado, em que contava o comportamento do médico e a repercussão criou uma corrente de protestos na web.

À época, Ilana Kalil demonstrou apoio ao marido. Segundo o site Metrópoles, a esposa do médico teria desabafado sobre o fato de estar sendo censurada antes de ser encontrada sem vida. A assessoria de Renato informou que ele não se pronunciará sobre o assunto.

Publicidade

Fui censurada de novo. E lá vai… Quem viu, viu. Quem não viu, não vai ver mais“, publicou a esposa de Kalil. A polícia segue investigando as possíveis causas da morte, e a possibilidade de crime, por enquanto, está descartada. Renato é responsável por ter realizado partos de diversas personalidades, além de trabalhar em programas da Rede Globo, comentando sobre saúde da mulher.

Publicidade

Sobre as acusações feitas por Shantal Verdelho, os advogados do ginecologista se manifestaram em seu nome, alegando que os trechos de áudio e vídeo foram retirados de contexto e não condizem com a verdade. O médico negou que tenha praticado qualquer tipo de violência durante o parto da influencer. Contudo, após a repercussão do caso, outras funcionárias e pacientes acusaram o médico de abuso sexual e violência obbstétrica.

Publicidade
Publicidade