in

Denílson volta a cobrar dívida de Belo e detona o cantor: ‘Não é normal me dever e viver vida normal’

O cantor foi condenado a pagar uma indenização para o ex-jogador e dívida já ultrapassou R$ 5 milhões.

Reprodução/Instagram/@belo/@denilsonshow

A treta entre Denílson e o cantor Belo parece estar longe de um final feliz. O ex-jogador do São Paulo e da Seleção Brasileira, hoje trabalha como comentarista esportivo da Band, fazendo muito sucesso ao lado de Renata Fan no programa Jogo Aberto. No entanto, mesmo tendo atualmente uma ótima vida profissional, uma das coisas que continuam a tirar o pentacampeão mundial do sério é a dívida de mais de R$ 5 milhões que, segundo o ex-jogador, Belo insiste em não pagar.

Publicidade

Nos tempos em que ainda jogava no Real Betis, da Espanha, Denílson assinou um contrato com a banda de pagode Soweto para empresariá-los. O líder e vocalista desta banda era justamente Belo, que pouco tempo depois de ter assinado o contrato com Denílson, pulou do barco e decidiu investir em sua carreira solo.

Na época, Denílson se sentiu lesado por Belo e procurou a justiça, que em 2004 condenou o cantor a pagar uma gorda indenização para jogador. Desde então, Denílson tenta, sem sucesso, receber o seu dinheiro, que chegou a mais de R$ 5 milhões por conta de multas e correções monetárias.

Publicidade

O ex-jogador esteve presente no podcast dos ex-humoristas do Pânico, Bola e Carioca, chamado de Ticaracaticast. No programa, o comentarista da Band voltou a cobrar publicamente o cantor: “Não é normal esse maluco dever e viver vida normal sem me pagar“, disse Denílson, que continuou: ‘Ele tem que chegar e falar: ‘Qual é o seu pix?’.

Publicidade

Denílson também rebateu as pessoas que chegam nele nas redes sociais para pedir que ele deixe o cantor em paz: “Pensa que é o seu calo que está apertando, que está tirando da sua filha, do seu filho“, disse o ex-jogador.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com