in

Exames de Paulinha Abelha são divulgados, e resultados mostram estrago nos rins

Segundo exames divulgados, a cantora apresentava lesões gravíssimas nos rins.

G1 / Arquivo Pessoal Paulinha Abelha

O portal G1 divulgou, na noite de terça-feira (8), os exames da cantora Paulinha Abelha, que faleceu no dia 23 de fevereiro, após ficar internada por quase duas semanas, em função de um quadro grave de insuficiência renal. O site jornalístico teve acesso aos exames da cantora, por meio de um assessor jurídico da banda Calcinha Preta.

Publicidade

Os resultados apresentados nos exames mostravam a avaliação da situação dos rins da cantora, revelando que ela possuía lesões gravíssimas nos órgãos. A informação foi repassada ao portal G1 por intermédio de Wanderson dos Santos Nascimento, assessor jurídico da banda. Na certidão de óbito da cantora existem quatro causas para a morte de Paulinha Abelha: hipertensão craniana, hepatite, meningoencefalite e insuficiência renal aguda.

Nos exames referentes aos rins foram constatadas diversas lesões na região. Segundo os resultados, a cantora sofreu de uma Necrose Tubular Aguda, principal causa da insuficiência renal. Exames toxicológicos feitos apontam para substâncias específicas como a possível causa do falecimento de Paulinha Abelha.

Publicidade

Paulinho Abelha usava medicamentos para emagrecer

As anfetaminas encontradas no organismo de Paulinha seriam oriundas de um remédio para emagrecimento, da qual a cantora fazia uso. Os demais exames indicaram o resultado da biópsia, que apontou uma lesão hepática aguda, contando com inflamação e morte de células formadoras do fígado.

Publicidade

As graves lesões encontradas internamente no fígado e nos rins de Paulinha Abelha teriam sido motivadas pelo remédio para emagrecimento, que apresentava estimulantes anfetamínicos na sua composição.

Publicidade
Publicidade